Peugeot Design Lab inaugura estúdio em São Paulo

Missão é criar produtos e experiências inovadores na América Latina. Entre os seus projetos incríveis, ouça o piano futurista com visual de barco e peças de carbono

Peugeot Design Lab inaugura estúdio em São Paulo

O que pode haver em comum entre um barco, um helicóptero e um piano? A resposta para essa pergunta está na assinatura do Peugeot Design Lab, um estúdio de global brand design (desenho de marca global) criado pela marca francesa em 2012, que presta serviços para clientes externos – exceto o automotivo.

E para a nossa felicidade e sofisticação, o Peugeot Design Lab passa a estabelecer uma equipe de trabalho em São Paulo, que se integra como braço de apoio para atender as demandas da região latino-americana de desenvolvimento de produtos não automotivos e atuar de forma colaborativa com o estúdio central, em Paris, e as duas unidades satélites em Xangai e São Francisco, na Califórnia.

Estúdio central do Peugeot Design Lab em Paris

O núcleo em São Paulo será comandado pelo designer francês Fabien Darche, gerente de design do Groupe PSA na América Latina, ao lado de Márcio Antunes, engenheiro brasileiro responsável pelo Projeto Design da PSA na mesma região. O objetivo é atuar em áreas diversas como Imagem de Marca, Criação, Desenvolvimento, Industrialização e Comunicação.

Ainda segundo a Peugeot, a criação de novos produtos pode também dar origem a um co-investimento entre o Design Lab e a marca do parceiro; dependendo do grau de envolvimento, essa colaboração pode variar de parceria para co-branding.

Peugeot Design Lab

Desde que o Peugeot Design Lab foi lançado, quase uma década atrás, aproveitando todo o know-how da Peugeot adquirido ao longo de mais de 210 anos de desenho industrial e 130 anos de criação automotiva, muitos clientes já contrataram os seus serviços.

Entre eles, claro, vários ligados ao setor de mobilidade, com destaque para Airbus, Dassault Aviation, Bombardier, Latitude 46 e Beneteau, mas outros não, como é o caso de marcas como Carrefour, Quechua (equipamentos de aventura) e a fabricante ferancesa de pianos Pleyel, só para citar alguns.

Sea Drive Concept

Uma de suas últimas realizações é o Sea Drive Concept, uma arquitetura de posto de pilotagem concebido para o estaleiro Bénéteau. A ideia foi criar um ambiente funcional que ofereça, ao mesmo tempo, a facilidade de utilização intuitiva do Peugeot i-Cockpit oferecido nos carros da marca, combinado à tecnologia conectada Ship Control, desenvolvida pela fabricante náutica.

Sea Drive Concept

Num primeiro olhar, o painel possui as diferentes características que compõem o Peugeot i-Cockpit: volante compacto, diretamente saído do universo automotivo, que garante a manobrabilidade e o conforto de utilização. Os elegantes interruptores metálicos dispostos de ambos os lados do volante permitem o acesso direto e permanente às funções principais.

Do lado esquerdo do painel, uma grande tela sensível ao toque, de 17 polegadas (43,18 cm), exibe a interface Ship Control e permite o acesso imediato às funcionalidades eletrônicas do barco.  E, bem à frente do volante, o tablet removível exibe as principais informações de navegação, seja no eixo de visão do piloto ou em qualquer lugar da embarcação.

Airbus H160

Outro projeto marcante do Peugeot Design Lab é a nova estética elegante e dinâmica do helicóptero H160, fabricado pela Airbus, resultando em uma nova geração do modelo.

Os designers do estúdio francês começaram a trabalhar na reformulação do aparelho (antes conhecido como X4) após vencer uma competição de design lançada pela fabricante aeroespacial, com o objetivo de criar um referencial em matéria de estilo.

Airbus H160

Os novos contornos futuristas do Airbus H160 são realçados pelas janelas cônicas do helicóptero. O estilo representa uma versão atualizada da geração anterior, o Dauphin, cujo nariz icônico foi remodelado.

As linhas elegantes do H160 otimizam sua eficiência e reduzem seu nível de ruídos, junto com uma série de inovações, incluindo a estrutura feita de materiais compostos (fibra de carbono), estabilizador biplano, rotor de cauda inclinado e lâminas (pás) Blue Edge.

Peugeot Design Lab Pleyel

E, para terminar com música, vamos ao piano Peugeot Design Lab Pleyel. Rompendo com o visual clássico do instrumento de cauda, o conceito criado pela parceria possui toda a qualidade e sofisticação do mundo automobilístico, incluindo componentes de fibra de carbono, como o “capô”, ou melhor, a tampa e as pernas. Em função da sonoridade, a estrutura e as teclas continuam produzidas em madeira.

No entanto, a surpresa vem da silhueta do Peugeot Design Lab Pleyel, que ostenta o aspecto suave e estruturado do casco de um veleiro de regata, com suas superfícies esculpidas e aspecto aerodinâmico, apesar de manter o acabamento externo em preto brilhante, uma das marcas clássicas dos pianos.

Peugeot Design Lab Pleyel

Ao mesmo tempo, o rebaixamento da mecânica permite o alinhamento da tampa do piano e do teclado. Assim, pela primeira vez na história secular do instrumento, é possível observar os movimentos das mãos do pianista a partir de qualquer ângulo de visão, proporcionando maior interação com o público. 

Além disso, destaca a Peugeot, o pianista ouve o som de seu instrumento com um nível de fidelidade nunca atingido. E essa qualidade que pode ser apreciado através das mãos talentosas e voz poderosa da cantora e instrumentista britânica Ellen Henderson, então com 17 anos, nesse vídeo de lançamento do Peugeot Design Lab Pleyel no Reino Unido, em 2013:

Fonte: Peugeot do Brasil e Pleyel I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação e Youtube