Os 50 carros mais vendidos no Brasil em 2020

Apesar do período instável, Chevrolet Onix é hexacampeão da preferência nacional. Confira os líderes por categoria, quem subiu e quem desceu no ranking da Fenabrave

Os 50 carros mais vendidos no Brasil em 2020

Um dos setores mais afetados pela pandemia da Covid-19, o mercado de automóveis e comerciais leves zero-quilometro registrou a queda de 28,5% nas vendas de 2020, na comparação com o ano anterior, de acordo com o balanço divulgado na última semana pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, a Fenabrave.

No total, foram comercializados 1,61 milhão de carros novos no ano passado, enquanto em 2019 esse volume chegou a 2,26 milhões. Atendendo à solicitação de UNIVERSO MOTOR, a entidade disponibilizou – com exclusividade – para esta reportagem o ranking com os 50 automóveis e veículos comerciais leves mais vendidos do Brasil em 2020. A lista, na íntegra, pode ser conferida ao final do texto, complementada com a comparação com o ano anterior, modelo a modelo.

Chevrolet Onix Plus e Chevrolet Onix 2020

No entanto, mais um ano se passou e, de novo, o Chevrolet Onix foi o carro preferido pela maioria dos consumidores brasileiros, encerrando 2020 com 135.351 unidades emplacadas. Com isso, o hatch compacto engata o sexto ano consecutivo na liderança, porém o primeiro período completo desde a chegada da sua segunda geração, no final de 2019.

Só que, também para o Onix, não foram tempos tranquilos. Pela primeira vez, o best-seller foi desbancado do topo da lista duas vezes no mesmo ano. Em julho, o Volkswagen T-Cross sacudiu o mercado ao alcançar a liderança absoluta de emplacamentos – feito inédito para um SUV (Sport Utility Vehicle). O hatch da Chevrolet retornou à liderança logo no mês seguinte, mas foi surpreendido novamente em setembro, dessa vez por uma velha conhecida, a picape compacta Fiat Strada, que já colhia os dividendos de sua segunda geração, completamente remodelada, lançada havia pouco mais de dois meses. Antes disso, a única vez em que o Onix deixara o topo do ranking foi em março de 2015, também superado pela Strada.

Hyundai HB20 2020

Ainda assim, o modelo da Chevrolet fechou o ano muito à frente em volume de vendas e com a maior diferença para o concorrente seguinte na lista – no caso, o Hyundai HB20, seu rival direto entre os hatches compactos – com 48,8 mil unidades a mais. Porém, da mesma forma, a marca coreana também tem muito a comemorar, já que conquistou a vice-liderança de vendas tanto na categoria quanto no ranking geral, ambas posições antes ocupadas pelo subcompacto Ford Ka, que despencou para o sexto lugar na lista.

Vale lembrar que o segmento dos hatches tem o seu volume de negócios exponenciado pelas renovações de frotas corporativas, o que os leva a predominar na parte de cima do ranking dos mais vendidos, com cinco modelos entre os dez primeiros, em 2020, incluindo campeão e vice. Ainda em relação às estatísticas, os hatches e sedãs empataram no número de modelos incluídos na lista dos 50 mais adquiridos pelo público, cada um com 13 variações entre os portes subcompacto, compacto e médio.

Chevrolet Onix Plus Premier 2020

A categoria dos modelos de três volumes também foi liderada pela marca da gravata borboleta. Em 2020, o compacto Onix Plus teve quase 83,4 mil unidades emplacadas, fazendo dele o modelo que mais cresceu em vendas entre os sedãs, comparado ao ano anterior. Em seu primeiro ciclo anual completo no mercado, o sedã de entrada da Chevrolet (que na geração anterior, disponível até setembro de 2019, atendia pelo nome de Prisma), também se destacou no ranking geral, subindo cinco posições em relação ao ano anterior, quando esteve disponível nas lojas apenas no último trimestre. Com isso, o Onix Plus também assegurou o terceiro lugar na classificação geral dos mais emplacados de 2020; segundo a Chevrolet, esta é a primeira vez em que as versões hatch e sedã de um mesmo modelo de passeio ocupam o pódio dos mais vendidos do ano.

O próximo sedã a aparecer na lista é o Toyota Corolla, na 17ª posição, abrindo a fila da subcategoria dos médios. E entre os subcompactos, o único a aparecer nos “50+” foi o Ford Ka Sedan, na 25ª posição.

Volkswagen T-Cross 2021

Concentrando o maior número de lançamentos nos últimos tempos, não surpreende o fato de o explosivo segmento dos SUVs ter emplacado o maior número de modelos entre os 50 mais vendidos, com 14 espécimes diferentes.

O destaque nesse vasto campo todo-terreno vai, obviamente, para o crossover Vokswagen T-Cross (que compartilha da plataforma do hatch Polo e do sedã Virtus), não apenas pelo fato de ser campeão de vendas da categoria logo em seu primeiro ano cheio, com mais de 60 mil unidades emplacadas – o que lhe valeu também a oitava posição geral -, mas, sobretudo, como já mencionado, pela proeza de ter desbancado o Onix da liderança do mercado – algo ainda único para um SUV, crossover ou utilitário esportivo.

Preterido da liderança da categoria, o Jeep Renegade ficou logo atrás do VW, na nona posição, seguido pelo irmão maior Compass, o primeirão entre os SUVs médios.

Chevrolet Tracker 2021

Outro destaque dessa turma foi a nova geração do Chevrolet Tracker, que começou a ser comercializada a partir de março. Depois de amargar a 47ª posição em 2019 com a versão anterior – por conta, principalmente, da fama de beberrão do seu motor 1.8 -, o novo Tracker (feito a partir da mesma costela do Onix e do Onix Plus, e com motores turbo 1.0 e 1.2 exemplarmente eficientes), registrou 49,3 mil unidades emplacadas em apenas nove meses inteiros de vendas. Isso foi o suficiente para que o SUV de entrada da Chevrolet saltasse para a quarta posição na categoria e 13ª na classificação geral, galgando 34 posições e, assim, fazendo por mereer o troféu de maior escalador do ano.

Cabe lembrar que o novo Tracker chegou às lojas em março de 2020 e, já no mês seguinte, alcançou a liderança de vendas no segmento. Ainda de acordo com a marca, o modelo bateu em dezembro seu recorde histórico de vendas ao alcançar a marca de 6,7 mil unidades.

No sentido contrário, a maior queda de posições de um ano para o outro foi registrada também por um SUV compacto, o Renault Captur, que despencou 11 posições no ranking, deslizando do 31º lugar de vendas, em 2019, para o 42º, no ano passado.

Volkswagen Nivus 2021

Para fechar a fatura entre os utilitários esportivos, é preciso focalizar o principal lançamento da VW no ano, o também compacto Nivus, com sua distinta carroceria no estilo cupê. O modelo inédito e inteiramente desenvolvido na América Latina chegou às lojas em junho e emplacou, até dezembro, 16.278 unidades, ficando com a 36ª posição na lista dos 50 mais vendidos. Em uma projeção para os dois semestres a partir desse número, o Nivus atingiria as 32,5 mil unidades, estimadamente, o que lhe alçaria ao 18º posto do ranking da Fenabrave.

Fiat Strada e Fiat Toro 2021

As picapes tiveram oito modelos inseridos entre os 50 mais vendidos do ano, o que representa quase um terço desse universo (28%). Novamente, a picape compacta Fiat Strada ficou com a posição de comercial leve mais vendido do país, fato que vem se repetindo pelos últimos 20 anos. Somando as vendas da primeira geração e da segunda, que chegou ao mercado em junho, a Strada ultrapassou das 80 mil unidades emplacadas em 2020, garantindo, ainda, o quarto lugar geral na lista da Fenabrave. Cabe lembrar que o excepcional desempenho da Strada também se deve, em boa medida, às vendas corporativas – e que, aliás, continuam podendo contar com a primeira geração do modelo, mantida em catálogo especialmente para este propósito.

O ótimo desempenho da marca italiana entre as picapes é reforçado pela também liderança do modelo Toro no segmento submédio (nono no ranking geral), que teve quase 54 mil unidades entregues. Sua única rival até o momento, a Renault Oroch, sequer aparece na lista.

Toyota Hilux 2020

O posto de picape média mais vendida ficou novamente para a Toyota Hilux, com cerca de 32,4 mil unidades. O modelo da marca japonesa, que também foi amplamente atualizado em julho, garantiu o 20º lugar no ranking geral, melhorando duas posições em relação ao ano anterior. A vice-líder Chevrolet S10 subiu cinco posições comparado a 2019, com 26.632 unidades comercializadas, mas ainda está longe de voltar ao topo da subcategoria – ou de , pelo menos, voltar a disputá-lo.

Fiat Fiorino 2020

Resta, então, serem mencionados os dois modelos de categorias solitárias entre os 50 mais vendidos segundo a Fenabrave. O primeiro é o Fiat Fiorino, que, praticamente, corre sozinho no segmento dos furgões compactos, e reafirma o desempenho da marca entre os comerciais leves. O modelo teve mais de 17,8 mil unidades emplacadas, garantindo o 35º lugar na lista, o que representa uma melhoria de dez posições em relação ao ano anterior.

Chevrolet Spin Activ 2021

O outro é a minivan compacta Chevrolet Spin – último resquício de uma categoria que deixou saudades no Brasil, a das peruas. Apesar de cair sete posições e ficar na 39ª posição, com 15,6 mil unidades, o modelo mantém vivo esta espécie de veículo familiar e muito prático, mas cada vez mais sufocada pelos utilitários esportivos.

E, para finalizar este balanço de 2020, a marca com a maior participação de mercado no período foi a Chevrolet, com 17,4% e 338,6 mil unidades vendidas, posicionando-se na liderança nacional pelo quinto ano consecutivo.

Volkswagen Fox 2021

Em relação à quantidade de modelos incluídos entre os 50 mais emplacados no mercado nacional em 2020, a primeira posição ficou para a Volkswagen, com nove produtos, seguida pela Fiat, com oito; Chevrolet, seis; Renault e Toyota, com cinco, cada; Ford e Honda, com quatro, cada; Hyundai, com três; Jeep e Nissan, dois, cada; e Citroën e Mitsubishi, com um representante por marca.

RANKING DOS 50 AUTOMÓVEIS E COMERCIAIS LEVES MAIS VENDIDOS NO BRASIL EM 2020

PosiçãoModeloSegmentoUnidadesPosição em 2019 (Variação)
CHEVROLET ONIX*HATCH COMPACTO135.3511º (0)
Hyundai HB20Hatch compacto 86.5483º (+1)
CHEVROLET ONIX PLUS*SEDÃ COMPACTO83.3928º (+5)

FIAT STRADA*PICAPE COMPACTA80.0417º (+3)
VW GolHatch compacto 71.1515º (0)
Ford Ka**Hatch subcompacto67.4912º (-4)
Fiat ArgoHatch compacto 65.9376º (-1)
VW T-CROSS*SUV COMPACTO60.11925º (+17)
Jeep RenegadeSUV compacto56.86410º (+1)
10ºFiat Toro**Picape submédia53.97411º (+1)
11ºJeep Compass**SUV médio52.96612º (+1)
12ºRenault KwidHatch subcompacto49.4754º (-8)
13ºChevrolet TrackerSUV compacto49.37247º (+34) ***
14ºHyundai CretaSUV compacto 47.757 13º (-1)
15ºFiat MobiHatch subcompacto46.61716º (+1)
16ºVW PoloHatch compacto 41.836 9º (-7)
17ºToyota Corolla**Sedã médio41.07114º (-3)
18ºNissan KicksSUV compacto36.43315º (-3)
19ºHonda HR-VSUV compacto32.51119º (0)
20ºToyota Hilux**Picape média32.39322º (+2)
21ºVW SaveiroPicape compacta30.96521º (0)
22ºVW VirtusSedã compacto30.88020º (-2)
23ºChevrolet S10Picape média26.63928º (+5)
24ºRenault SanderoHatch compacto26.33418º (-6)
25ºFord Ka Sedan***Sedã subcompacto25.74317º (-8)
26ºVW VoyageSedã compacto24.11429º (+3)
27ºFord EcosportSUV compacto24.03127º (0)
28ºHyundai HB20SSedã compacto23.98426º (-2)
29ºFiat UnoHatch subcompacto22.94241º (+12)
30ºToyota YarisHatch compacto21.43124º (-6)
31ºHonda CivicSedã médio20.44733º (+2)
32ºVW FoxHatch subcompacto20.38123º (-9)
33ºFord RangerPicape média19.83339º (+6)
34ºRenault DusterSUV compacto19.47636º (+2)
35ºFIAT FIORINO*FURGÃO COMPACTO17.85245º (+10)
36ºVW NivusSUV compacto16.278Lançado em 2020
37ºFiat CronosSedã compacto16.16538º (+1)
38ºToyota YarisSedã compacto16.12830º (-8)
39ºCHEVROLET SPIN*MINIVAN COMPACTA15.66132º (-7)
40ºRenault LoganSedã compacto13.78534º (-6)
41ºHonda FitHatch compacto12.83337º (-4)
42ºRenault CapturSUV compacto10.87031º (-11)****
43ºFiat SienaSedã compacto 10.857 48º (+5)
44ºVW AmarokPicape média10.61743º (-1)
45ºHonda WR-VSUV compacto10.60054º (+9)
46ºNissan VersaSedã compacto9.90640º (-6)
47ºCitroën C4 CactusSUV compacto 9.526 46º (-1)
48ºMitsubishi L200Picape média9.48061º (+13)
49ºToyota Hilux SW4SUV médio9.12850º (+1)
50ºChevrolet CruzeSedã médio8.80244º (-6)

Base de dados de 2020 fornecida pela Fenabrave

*MAIS VENDIDO DA CATEGORIA

**Mais vendido da subcategoria

***Modelo com maior alta em relação a 2019

****Modelo com maior queda em relação a 2019

Fonte: Fenabrave, MCE Press e montadoras I Reportagem: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação