Marcopolo Rail lança seu primeiro Veículo Leve sobre Trilhos

Prosper VLT terá versões para transporte urbano e intercidades, com opções de motor diesel ou híbrido. Primeira unidade, já entregue, vai operar na Serra Gaúcha

Marcopolo Rail lança seu primeiro Veículo Leve sobre Trilhos

A Marcopolo Rail, subsidiária da Marcopolo Next – a divisão do Grupo Marcopolo dedicada ao desenvolvimento de novos modais de transporte -, lançou recentemente o seu primeiro Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Chamado de Prosper VLT, o modelo vai oferecer versões para atender aos sistemas de transportes urbanos e intercidades. A linha de produção está instalada numa planta específica para trens, junto ao complexo industrial da Marcopolo – que é a líder nacional na fabricação de carrocerias de ônibus e uma das maiores do mundo -, localizado em Caxias do Sul (RS).

Marcopolo Prosper VLT

O Prosper VLT é uma composição de embarque em nível (por meio plataforma elevada, como os trens do metrô) e, segundo a fabricante, concebido para atender os mais diversos projetos de transporte de passageiros. Seu desenvolvimento teve como foco os baixos custos de implementação e de operação, incluindo a possibilidade de recuperação de sistemas existentes, aliados ao design moderno e conforto. Configurado para deslocamentos dentro das cidades, o Prosper VLT terá capacidade para levar até 760 passageiros, enquanto nas versões de turismo e de linhas intercidades poderão ser acomodadas até 280 pessoas.

“Com o Prosper VLT, preenchemos uma lacuna no mercado brasileiro, por meio da fabricação de um veículo 100% nacional nesta categoria e, portanto, bastante competitivo tanto no Brasil quanto para a América Latina”, relata Petras Amaral, diretor de negócios da Marcopolo Next e executivo responsável pela Marcopolo Rail.

Marcopolo Prosper VLT

As composições do Prosper VLT podem ser formadas por quatro carros de 18 metros de comprimento, cada. Desenhadas em conformidade com as normas internacionais, as cabines de passageiros têm dimensões internas de 2.384 mm de altura por 2.700 mm de largura.

Marcopolo Prosper VLT

Os embarques e desembarques são feitos por até seis portas laterais em cada carro, com medidas de 1.750 mm x 1.930 mm, cada uma; as plataformas de embarque ficam na altura de 1.100 mm. Cada vagão também conta com um local reservado para cadeirante e quatro saídas de emergência.

Marcopolo Prosper VLT

O sistema de propulsão Automotriz, produzido na Alemanha pela Voith, poderá ser movido a diesel, com baixa emissão de poluentes, ou híbrido, nesse caso com opções a diesel e elétrico ou diesel e GNV (Gás Natural Veicular). Para facilitar as operações, os trens são bidirecionais – ou seja, possuem uma cabine de comando em cada extremidade da composição, dispensando pátios de manobras maiores – e podem ser produzidos para trafegar nos padrões de bitola métrica, standard ou larga.

Os sistemas eletrônicos de condução do Prosper VLT incluem conexão em tempo real com acesso a rotas, mídias, navegação por GPS (Global Positioning System), ethernet (rede de interconexão local) e telas de controles, entre outros avançados equipamentos.

Marcopolo Prosper VLT

Ainda de acordo com Petras Amaral, o Prosper VLT tem entre 80% e 85% de conteúdo nacional. A concepção do produto levou em conta a sinergia com as instalações industriais da Marcopolo, bem como a sua cadeia de fornecedores de matérias primas e de peças, além da mão-de-obra especializada disponível na empresa.

O desenvolvimento do projeto contou com a participação de profissionais com profundo conhecimento ferroviário e equipes multidisciplinares de várias áreas da empresa, para garantir o atendimento dos padrões internacionais desta indústria.  

Marcopolo Prosper VLT

A primeira unidade do Prosper VLT, com vista panorâmica e capacidade para 100 passageiros, foi entregue na metade de dezembro à Giordani Turismo, que promove passeios ferroviários culturais no sul do país na linha entre Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa, na Serra Gaúcha. O veículo deve entrar em operação a partir do segundo semestre deste ano.

Fontes: Marcopolo Rail, Dana e Secco Consultoria I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação