Porsche 911 Targa 2020, a nova face do design atemporal

Charmosa e extravagante como sempre, versão que criou um estilo à parte para o superesportivo chega na oitava geração mais potente e cotidiana, de zero a 300 km/h

Novo Porsche 911 Targa, uma máquina atemporal

Pouco menos de um ano após revelar ao mundo a oitava geração do seu modelo mais emblemático, o 911, nas configurações Coupé e Cabriolet, a Porsche completa, agora, a atualização do superesportivo com o lançamento das novas configurações do Targa 4 e Targa 4S, ambos com tração nas quatro rodas. Exatamente como no modelo Targa original de 1965, eles continuam a aliar o melhor de dois mundos: a sensação de liberdade proporcionada pelo teto aberto de um cabriolé e o conforto e a segurança para o dia-a-dia de um cupê, com cobertura rígida.

No caso dos modelos Targa, isso é possível graças à combinação da larga barra de proteção anticapotagem (santantônio), com a área removível do teto sobre os bancos dianteiros, complementado pelo vidro traseiro envolvente. Para a Porsche, outra característica que continua a diferenciar o 911 Targa é o seu sistema de teto completamente automático, que pode ser confortavelmente aberto e fechado a um toque de botão, em apenas 19 segundos. Juntos, todos esses elementos compõem um conceito de automóvel único e sedutor, como retratado no vídeo de apresentação do 911 Targa 2020:


Além da silhueta inconfundível, outra característica imutável do 911 é o motor do tipo boxer, com pistões horizontais e opostos. E, nesta oitava geração, o propulsor 3.0 de seis cilindros, biturbo, passa a render ainda mais potência e torque do que o modelo anterior do superesportivo. Combinado à transmissão automática de dupla embreagem (PDK) e ao pacote opcional Sport Chrono, que permite os ajustes mais esportivos do chassi, motor e câmbio, o resultado é que os novos 911, inclusive os Targa, estão ainda mais rápidos.

Novas tecnologias também foram integradas ao amplo espectro de equipamentos dos dois novos 911 abertos, incluindo o inédito sistema Porsche InnoDrive, que engloba o controle de velocidade adaptativo.

Porsche 911 Targa 4S e Targa 4 2020

O exterior moderno e extravagante do novo Targa foi inspirado em elementos do modelo 992. Comparado a seus precursores, a nova carroceria apresenta caixas de rodas dianteiras bem mais pronunciadas e reintroduz a área central em baixo relevo do capô, a partir da altura dos faróis de LED, remetendo ao design das primeiras gerações do 911.

A traseira é dominada pelo defletor móvel mais largo, que varia a altura conforme a velocidade, e pelo filete luminoso horizontal que conecta as lanternas. Com exceção das partes dianteira e traseira da carroceria, de aço ultrarresistente estampado, todas as superfícies externas dos novos 911 são feitas de alumínio.

Porsche 911 Targa 2020

O interior reflete o estilo dos modelos 911 Carrera e é caracterizado pelas linhas claras e retas de seu painel e pelos instrumentos embutidos. A Porsche revela que os modelos 911 dos anos de 1970 foram a inspiração nesse aspecto.

Ao lado do conta-giros central – outra marca de estilo típica da Porsche – dois mostradores menores também circulares e sem molduras ampliam as informações fornecidas ao condutor: à esquerda o velocímetro e, à direita, o acelerômetro, que indica a intensidade e a sentido da força gravitacional (G) que atua sobre o carro em movimento, de acordo com a velocidade e a direção seguida – aquelas que fazem você ser projetado para frente nas frenagens, inclinar o corpo para os lados quando passa nas curvas e, especialmente no caso dos superesportivos como os 911, grudar no banco nas acelerações.

Porsche 911 Targa 2020

Uma unidade de interruptores compacta com cinco botões para acesso direto a importantes funções do veículo está colocada abaixo da tela central de 10,9 polegadas do Porsche Communication Management (PCM, ou Gerenciamento de Comunicação da Porsche).

Os itens de série do PCM incluem navegação online baseada em dados em tempo real fornecidos pelos sistemas de controle de tráfego, assim como o Connect Plus.

Porsche 911 Targa 4 2020

Novas tecnologias que aumentam a versatilidade do 911 para o dia a dia também foram integradas ao amplo espectro de conteúdo dos dois novos Targa. Pela primeira vez é oferecido o sistema Porsche InnoDrive, que inclui o controle de velocidade adaptativo, cuja função, basicamente, é ajustar a aceleração do carro de acordo com o ritmo do veículo à frente.

Outro destaque dos 911 é o sistema Pasm (Porsche Active Suspension Management, ou Gerenciamento Ativo da Suspensão) de amortecimento variável controlado eletronicamente, incluído como equipamento de série. Essa tecnologia regula automaticamente os parâmetros de amortecimento em termos de conforto e de dirigibilidade para cada situação de condução, e conta com dois mapas ajustáveis manualmente, Normal e Sport. Ainda em relação ao sistema de suspensão, graças à função Smartlift (elevação inteligente) aperfeiçoada, a altura livre do solo pode ser programada, permitindo que a distância entre o assoalho do carro e o piso fique mais alta no uso diário, facilitando a passagem por lombadas, valetas ou até trechos com baixo alagamento.

Especificamente para a condição de pista molhada, os 911 Targa são equipados, de série, assim como as outras oito versões do modelo, com o modo Porsche Wet. Por meio de sensores montados nas caixas de rodas dianteiras, essa tecnologia é capaz de detectar água na superfície da via e, se forem identificados volumes significativos, um alerta no painel de instrumentos recomenda ao motorista acionar manualmente o modo Wet. A partir daí, diversas funções do carro são adaptadas para essa condição, garantindo o máximo de estabilidade, e, consequentemente, de segurança.

Outro recurso que torna os 911 mais amigáveis para o uso cotidiano é o sistema Porsche Torque Vectoring Plus (PTV Plus, ou Vetoreamento de Torque) adicionado como item de série do Targa 4S e opcional para o Targa 4, que inclui o bloqueio eletrônico do diferencial traseiro com distribuição de torque totalmente variável.

Porsche 911 Targa 4 2020

A arquitetura de chassi dos novos 911 Targa usa medidas diferentes das rodas de alumínio e dos pneus em cada eixo, e específicas para cada configuração do modelo. No Targa 4, os aros de 19 polegadas, na dianteira, vêm montados com pneus 235/40 ZR, enquanto os traseiros, de 20”, são calçados com medidas de 295/35 ZR. O modelo 4S, por sua vez, tem rodas dianteiras de 20”, com pneus 245/35 ZR, e, na traseira, com aro de 21”, os pneus medem 305/30 ZR.

No Targa 4, a missão de desacelerar o bólido fica a cargo do conjunto de freios produzido pela própria casa de Stuttgart, composto por discos de aço, ventilados, com diâmetro de 330 milímetros nos dois eixos, e pinças fixas de quatro pistões, pintadas na cor preta. No Targa 4S, os quatro discos são de 350 mm, com pinças de seis pistões na dianteira e quatro na traseira, pintadas de vermelho. Opcionalmente pode ser solicitado o conjunto Porsche Ceramic Composite Brake (Pccb, ou freio de composto de cerâmica), com discos feitos desse material, o qual evita a dilatação causada pelo superaquecimento por uso severo e a consequente perda de eficiência de frenagem.

A lista de equipamentos opcionais dos novos 911 Targa é amplamente estendida com a linha de acessórios originais da Porsche Tequipment e pelas novas possibilidades de personalização interna e externa da Porsche Exclusive Manufaktur.

Toda a nova geração do 911 Carrera foi beneficiada pelo aumento de potência do motor boxer de seis cilindros, de exatos 2.981 cm³ de cilindrada. Pelos dados de fábrica, o propulsor do 911 Targa 4 agora desenvolve 385 cv a 6.500 rpm, ou seja, 15 cv mais do que o antecessor.

O torque incontestável de 45,8 kgf.m é disponibilizado ao longo de uma ampla faixa de rotações, entre 1.950 e 5.000 rpm, proporcionando retomadas mais ágeis e menos trocas de marcha.

Porsche 911 Targa 4S 2020

No caso do Targa 4S, a potência subiu para 450 cv, o que significa um ganho excepcional de 30 cv em relação ao antecessor, enquanto o pico de torque, alcançado entre 2.300 e 5.000 rpm, agora sobe para 35,6 kgf.m, ou seja, um ganho significativo de 3,05 kgf.m.

A performance aprimorada dos novos modelos com tração integral (4×4) acompanha o maior desenvolvimento da tecnologia no eixo dianteiro, aperfeiçoado com o PTM (Porsche Traction Management, ou Gerenciamento de Tração), que permite explorar ao máximo a força do motor nas acelerações e retomadas, em qualquer condição de estrada.

Porsche 911 Targa 4S 2020

Os dois Targa estão equipados com a transmissão de oito marchas e dupla embreagem (PDK), combinada à tração integral inteligente Porsche Traction Management (PTM). Para quem busca um desempenho ainda mais radical, o 911 Targa 4S pode vir equipado, opcionalmente, com a caixa de câmbio manual de sete velocidades recentemente desenvolvida, incluindo o pacote Sport Chrono.

Neste caso, o 911 Targa 4 pode disparar desde a imobilidade até os 100 km/h em apenas 4,2 segundos – um décimo mais rápido do que o modelo anterior. Nas mesmas condições, o 911 Targa 4S faz ainda melhor e bate os 100 km/h em apenas 3s6 – quatro décimos de segundo antes do que o antecessor.

A velocidade final nos dois modelos também vai além: se houver pista e nervos suficientes, o ponteiro do 911 Targa 4 pode marcar até 289 km/h, ganho de 2 km/h, enquanto no 4S ele pode chegar a indicar 304 km/h, superando em 3 km/h o modelo anterior.

Publicidade do Porsche 911 Targa 1965

O 911 Targa 2.0 de 1965 foi o pioneiro de um tipo de carro completamente novo. Originalmente comercializado como um “conversível de segurança, com barra anticapotagem”, o modelo, com seu teto removível, logo se popularizou como um conceito independente de design, não demorando a tornar-se um ícone de estilo mundial.

Fonte: Porsche do Brasil I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação