Ford anuncia a era dos carros que conversam entre si

Em três anos, novos modelos da marca terão a capacidade de compartilhar dados e interagir autonomamente com outros veículos e pontos fixos conectados à rede 5G

Ford anuncia a era dos carros que conversam entre si [Divulgação]

A Ford Motor Company revelou na CES 2019 (Consumers Eletronic Show), a maior feira anual de tecnologia do mundo, realizada na última semana em Las Vegas, nos Estados Unidos, que vai oferecer a tecnologia de comunicação do veículo-com-tudo pelo celular – a chamada C-V2X – em todos os seus veículos novos vendidos naquele país a partir de 2022. A divulgação acontece exatamente um ano após a marca firmar o acordo com a Qualcomm para esse desenvolvimento.

A C-V2X é uma tecnologia de comunicação sem fio altamente avançada, concebida para operar por meio de conexão  celular 5G (mais veloz e com maior capacidade de transmissão de dados), que permite aos veículos “ouvir” e “conversar” uns com os outros, com os pedestres e com a infraestrutura de trânsito, a fim de transmitir informações de segurança em tempo real. Como não precisa de uma torre de celular, a C-V2X permite a comunicação direta e instantânea entre os dispositivos conectados.

Ford anuncia a era dos carros que conversam entre si [Divulgação]
Segundo a Ford, será muito mais fácil para o motorista atravessar cruzamentos com a C-V2X, por exemplo, pois os veículos poderão se comunicar entre si para negociar qual tem a preferência. Da mesma forma, um carro envolvido em um acidente pode informar a ocorrência para os demais, ou, ainda, identificar um pedestre na pista portando um telefone celular mesmo se estiver fora do campo de visão, entre outras diversas possibilidades.

No entanto, toda essa tecnologia depende de uma infraestrutura a ser implementada, sobretudo para a disponibilidade do 5G móvel – o que ainda deve levar algum tempo, uma vez que nem todos os envolvidos no mercado, como operadoras e fabricantes de smartphones, por exemplo, incorporaram o novo padrão de conectividade.

Ford anuncia a era dos carros que conversam entre si [Divulgação]
Nos Estados Unidos, o sinal 5G começou a ser disponibilizado no último 1º de outubro, inicialmente apenas para conexões fixas, nas cidades de Houston, Indianápolis, Los Angeles e Sacramento. Tecnicamente, os modens com acesso à internet 5G têm velocidade de conexão entre 300mbps (megabits por segundo) e 1gbps.

Enquanto isso, no Brasil, onde a conexão 4G ainda engatinha e a velocidade da 3G varia de 400 Kbps a 4 Mbps, as operadoras negociam com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) uma faixa para que o 5G entre em operação no país ainda este ano. Mas, para  isso, também será necessária a significativa ampliação da infraestrutura de fibra ótica existente, uma vez que a distribuição desse sinal só é possível através desse tipo de rede.

Está posto o desafio, não só no cenário brasileiro, mas em cada mercado ao redor do mundo – até mesmo no próprio país de origem da Ford.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário