Nascar: Michael McDowell e Ford Mustang vencem Daytona 500

Piloto conquistou primeira vitória da carreira ao final de uma prova acidentada e interrompida por mais de cinco horas por causa da chuva sobre o oval de 2,5 milhas

Nascar: McDowell e Ford Mustang vencem Daytona 500

O dia já avançava pela madrugada desta segunda-feira (15) na Flórida quando Michael McDowell, ao volante do Ford Mustang nº 34 da equipe Front Row Motorsports, viu raiar, enfim, sua primeira vitória na Nascar Cup Series, segundos depois de escapar ileso da batida espetacular – felizmente apenas com danos materiais – provocada por ele mesmo, na última volta da 63ª edição da Daytona 500. A prova de abertura da temporada deste ano da categoria mais prestigiada do automobilismo dos Estados Unidos teve largada às 14h30 do domingo no horário local (16h30 em Brasília).

McDowell assumiu a liderança apenas nos últimos metros das 200 voltas da corrida, após evitar a colisão entre os dois Mustang da equipe Penske, conduzidos por Joey Logano, então líder da prova, e Brad Keselowski, o segundo, com quem vinha colado ao parachoque. Nas imagens da transmissão da rede Fox disponíveis na internet, é possível ver de forma clara (especialmente no replay), o Mustang amarelo nº 34 de McDowell empurrando o Ford branco de Keselowski (nº 2) ao longo da reta oposta, até lançá-lo contra a traseira do carro de Logano no final daquele trecho da pista, provocando a rodada dos dois líderes da prova. Assista:

Com o caminho aberto entre os dois concorrentes, deixando atrás um muro de carros amontoados e de labaredas (novamente, sem vítimas), bastou a McDowell completar o percurso em bandeira amarela até a linha de chegada para conquistar sua primeira vitória, após 357 largadas na Nascar.

“Não posso acreditar nisto. Eu quero apenas agradecer a deus. Tantos anos apenas trilhando e aguardando uma oportunidade como esta. Estou muito agradecido. Que grande maneira de conquistar a primeira vitória, uma Daytona 500. Vocês estão de brincadeira comigo?”, comemorou McDowell ainda atônito, logo após deixar o carro.

McDowell e o anel que distingue os vencedores de Daytona dos outros mortais

Chase Elliot e Austin Dillon, ambos com Chevrolet Camaro, terminaram em segundo e terceiro, respectivamente, seguidos por Kevin Harvick, com outro Mustang, em quarto, e Denny Hamlin, com o Toyota Camry, fechando os cinco primeiros.

Acidentes renderam imagem espetaculares, felizmente sem vítimas

No entanto, dos 40 pilotos que largaram, 14 deles foram eliminados já na volta 14, por causa de outra impressionante batida em série envolvendo 16 carros, originada pelo toque entre o Toyota Camry de Cristopher Bell e o Mustang de Aric Almirola, também no final da reta oposta.

Dos 40 carros que largaram, apenas onze completaram as 200 voltas da prova

Uma volta depois, a corrida teve de ser interrompida durante cinco horas e 40 minutos, por causa do temporal com trovoadas que atingiu aquele ponto da costa leste da quase sempre ensolarada Flórida, onde fica o oval de duas milhas e meia de extensão (4,02 km). A prova foi retomada com bandeira verde na volta 30, às 21h34 locais, rumo à bandeirada final na madrugada de segunda-feira.

Confira os pilotos que completaram as 200 voltas da Daytona 500 deste ano:

PosiçãoPilotoCarro NúmeroEquipe
Michael McDowell Ford Mustang 34Front Row Motorsports
Chase Elliot Chevrolet Camaro 9Hendrick Motorsports
Austin Dillon Chevrolet Camaro 3Richard Childress Racint
Kevin Harvick Ford Mustang 4Stewart-Haas Racing
Denny Hamlin Toyota Camry 11Joe Gibbs Racing
Ryan PreeceChevrolet Camaro 37JTG Daughterty Racing
Ross ChastainChevrolet Camaro 42Chip Ganassi Racing
Jamie McMurrayChevrolet Camaro 77 Spire Motorsports
Corey LajoieChevrolet Camaro 7Spire Motorsports
10ºKyle LarsonChevrolet Camaro 5 Hendrick Motorsports
11ºCole CusterFord Mustang 41Stewart-Haas Racing

A próxima etapa da Nascar Cup Series acontece já no próximo final de semana, lá mesmo em Daytona, porém agora pelo circuito misto de 3,61 milhas (5,8 km) – o mesmo onde foi disputada a Rolex 24 Horas, prova de abertura da temporada da Imsa, há poucos dias.

Fonte: Nascar, Ford Performance I Tradução e edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação, reprodução redes sociais e Fox Sports