Garota de 14 anos cria solução para pontos cegos nos carros

Estudante teve inspiração ao ver a dificuldade da mãe para lidar com áreas sem visão ao volante. Projeto rendeu o prêmio de 25 mil dólares em uma feira de tecnologia

Garota de 14 anos cria solução para pontos cegos nos carros

Uma adolescente da Pensilvânia, nos Estados Unidos, desenvolveu uma maneira inovadora de acabar com os pontos cegos nos carros. A solução criada por Alaina Gassler, de apenas 14 anos,  foi instalar câmeras na parte externa do veículo, que transmitem as imagens ao vivo para um projetor, apontado para a parte de dentro da coluna do veículo, de acordo com a matéria publicada pelo site Olhar Digital.

A estudante do Colégio Avon Grove Charter apresentou seu projeto, chamado “Melhorando a Segurança Automobilística Removendo os Pontos Cegos”, durante uma feira de Matemática, Ciências Aplicadas, Tecnologia e Engenharia para jovens.

Alaina Gassler recebendo o prêmio Masters por sua solução inovadora

Alaina ganhou o Prêmio da Fundação Samueli por sua criatividade, além de um cheque no valor de US$ 25 mil. “Existem tantos acidentes de carro com ferimentos e mortes que poderiam ter sido evitados se o pilar não estivesse lá”, complementou a jovem. “E já que não podemos retirar os pilares dos carros, eu decidi me livrar deles sem me livrar deles.”

Como pode ser visto no vídeo abaixo, o dispositivo conta com uma câmera embutida do lado de fora da coluna A do carro, do lado do passageiro, e exibe a imagem captada ao vivo sobre o lado de dentro do pilar, a partir de um projetor portátil instalado no teto, bem acima do banco do motorista.

A autora do projeto explica que ela teve de imprimir em 3D uma peça especial para ajudar a focalizar a imagem do projetor nessa curta distância. Mas, então, surgiram mais problemas ao projetar a imagem sobre a face interna da coluna. A solução foi utilizar um tipo de tecido refletivo sobre a peça.

Kodak Portable Pocket Projector

“O material reflete apenas a luminosidade de volta para a fonte de luz, que no caso é o projetor. Como os olhos do motorista estão próximos ao projetor, ele enxerga uma imagem clara e nítida, enquanto os passageiros veem só a forração de tecido preto”, explicou Alaina.

Sistema de detecção de ponto cego do Volvo S60

Os dispositivos de detecção de ponto cego, conhecidos como “Blind Spot Information System”, estão se tornando cada vez mais comuns nos automóveis. Nos modelos de carros mais modernos, uma luz, alarme sonoro ou vibração avisa o motorista quando um veículo ou objeto está em seu campo cego, usualmente por meio de um alerta instalado do lado de dentro dos retrovisores laterais.

Porém, ao invés de câmeras, como no projeto da estudante, são sensores que captam a informação, para que o motorista saiba quando algo está no caminho, sempre que ele não puder vê-lo.

Resta torcer para que a engenhosa solução criada pela Alaina chegue logo aos automóveis e demais veículos com carroceria.

Fontes: Olhar Digital e Mashable I Imagens: Divulgação e Youtube