Toyota vence pela quinta vez seguida em Le Mans

Imbatíveis na lendária pista de La Sarthe desde 2018, hipercarros GR010 garantiram novamente as duas primeiras posições na principal corrida de endurance do mundo

Toyota vence pela quinta vez seguida em Le Mans

Sébastien Buemi, Brendon Hartley e Ryo Hirakawa fizeram uma corrida brilhante em seu Toyota híbrido GR010 nº 8 ao longo da 90ª edição da 24 Horas de Le Mans que culminou com a primeira posição após as 380 voltas do percurso completado na tarde deste domingo (12), diante de uma multidão apaixonada.

Além de reafirmar a predominância absoluta da Toyota desde 2018, quando iniciou esta inédita sequência de vitórias na mais importante corrida de endurance do mundo, a  prova que teve largada às 16h do sábado também marcou a quarta dobradinha da equipe oficial Gazoo Racing no circuito de La Sarthe (a 230 km de Paris), garantida pelos vencedores do ano passado, Mike Conway, Kamui Kobayashi e José María López, em seu GR010 Hybrid nº 7, que receberam a bandeira quadriculada pouco mais de 2 min depois dos líderes.

Sébastien Buemi, Brendon Hartley e Ryo Hirakawa garantiram o quinto triunfo seguido para a Toyota

A quarta vitória de Sébastien estabelece um novo recorde de vitórias para os pilotos suíços, enquanto o terceiro triunfo de Brendon faz dele o piloto mais bem sucedido da Nova Zelândia em Le Mans. Uma primeira vitória para Ryo, em sua terceira participação na prova e sua primeira com a Toyota Gazoo Racing, faz dele o quinto piloto japonês a alcançar o lugar mais alto do pódio.

 Ad

Os dois hipercarros GR010 dominaram o fim de semana desde os treinos, quando garantiram as duas primeiras posições para a largada, e travaram uma batalha apertada na frente ao longo da corrida, se alternando na liderança várias vezes à medida em que a competição fluía com o tráfego entrando em jogo.

Gêmeos híbridos: hipercarros GR010 dominaram a compedição desde os treinos

Esse duelo se manteve por 16 horas, com os dois carros correndo apenas alguns segundos separados durante a maior parte do tempo. Mas o destino da corrida mudou decisivamente na volta 256, quando López puxou o GR010 nº 7 para a lateral da pista, após um problema relacionado ao motor dianteiro.

O piloto argentino conseguiu reiniciar o sistema e retornou aos boxes, onde outras atualizações resolveram o problema e permitiram que o carro continuasse em velocidade normal de corrida, embora quase uma volta atrás do novo líder, Brendon, no GR010 nº 8. Com um desempenho muito próximo, esse déficit mostrou-se muito grande para os campeões de 2021 superarem, apesar de López ter estabelecido a volta mais rápida da corrida na última meia hora.

Campeões deste ano já haviam conquistado a pole position, após a supervolta de Hartley

Brendon, após sua espetacular pole position de última hora na quinta-feira, teve a honra de levar a bandeira quadriculada para vencer a 90ª corrida em Le Mans. O sulamericano seguiu logo depois para completar um extenuante 5.177 km de prova.

Entre os brasileiros, a melhor posição ficou para Pipo Derani, que chegou em quarto, dividindo o volante do hipercarro Glickenhaus 007 da equipe Cameron com os franceses Olivier Pla e Romain Dumas.

Brasileiro Pipo Derani foi o quarto colocado, com o Glickenhaus 007, da Cameron Racing

Esse resultado rendeu dois pontos para o Campeonato Mundial de Endurance da FIA de 2022, que coloca a Toyota Gazoo Racing no topo da classificação dos fabricantes após três corridas, 22 pontos à frente da Alpine.

O campeonato de pilotos está aberto, com a equipe do carro nº 8 na vice-liderança com 78 pontos, logo atrás do trio da Apine formado pelo brasileiro André Negrão e pelos franceses Mathieu Vaxviere e Nicolas Lapierre, que tem 81.

A quarta etapa do Mundial de Endirance acontece daqui a duas semanas, em Monza

A próxima etapa do Campeonato Mundial de Endurance acontecerá em 10 de julho, com a 6 horas de Monza, na Itália.

Fonte: Toyota Global I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação