BMW R 32, o modelo que iniciou a trajetória da marca sobre duas rodas

Conceitos de engenharia e de design lançados por essa primogênita de 1923 ainda são usados como base e inspiração para montagem das sofisticadas motocicletas alemãs

BMW R 32, o modelo que iniciou a trajetória da marca sobre duas rodas

No outono de 1923, a BMW Motorrad, divisão de duas rodas que acabava de ser criada pela marca bávara, iniciou uma história de sucesso no Salão do Automóvel de Berlim, expondo a sua primeira motocicleta, a inesquecível BMW R 32. Considerada um marco na história das motos, o modelo projetado pelo designer-chefe Max Friz apresentava soluções detalhadas e incomuns, sincronizadas em uma unidade perfeita.

A R 32 foi o primeiro veículo completo produzido pelo grupo BMW. Até então, a empresa fornecia apenas motores, inclusive para aviação, de onde vem sua logomarca, que traz o movimento estilizado de uma hélice. O primogênito carro da BMW só seria lançado em 1928.

O modelo inovador introduziu vários conceitos usados até hoje pela BMW Motorrad, prova de que as boas ideias sobrevivem ao tempo.

Segundo a marca, a qualidade excepcional da máquina, que garantia o prazer de pilotar a cada passeio, foi um fator importante para o sucesso junto ao público.

Mesmo estreando no universo das motocicletas, a BMW R 32 era equipada com recursos de ponta. Ela vinha equipada com motor boxer de dois cilindros posicionados transversalmente em relação ao chassi, arquitetura que se tornou uma característica típica da BMW. Somado a isso, a moto clássica já usava a relação final por eixo cardã para transmitir a força do motor para a roda traseira, recurso eficiente e robusta ainda usada nos modelos da BMW Motorrad.

BMW R32 1923

A BMW R 32 ganhou admiração dos entusiastas devido à sua qualidade e o foco no cliente. A manutenção da transmissão era bem mais fácil do que a exigida pelas correntes ou correias usadas em outras motos.

A mecânica trazia ainda outros avanços, como motor e câmbio abrigados na mesma unidade.

Robusto e suave, motor boxer de dois cilindros e 494 cm³ de cilindrada rendia 85 cv de potência

Além disso, outra característica marcante foi seu motor de 494 cm³ de cilindrada, com potência de 8,5 cv, que prometia a confiabilidade que a BMW sempre garantiu aos clientes.

A disposição boxer significa que um cilindro é contraposto ao outro horizontalmente, movimento que lembra os golpes de um boxeador.

Modelo pioneiro já utilizava a transmissão entre o motor e a roda traseira por eixo cardã

Como o bloco era arrefecido a ar, o posicionamento das câmaras de combustão voltadas para as laterais permitia melhor refrigeração interna, algo que era problemático nas concorrentes e seus motores convencionais.

O funcionamento também era mais suave, sem vibrações excessivas. O posicionamento mais baixo dos cilindros permitia ainda baixar o centro de gravidade. Por isso, não é de hoje que as motos da marca oferecem excelente dirigibilidade.

BMW R32 1923

Até mesmo a manutenção foi facilitada, uma vez que o acesso aos componentes externos e internos era muito mais prático.

É outra solução inteligente que acompanha até hoje os modelos da marca, embora a produção da R32 tenha sido interrompida em 1926.

Primeira linha de produção da BMW Motorrad, instalada em Berlim, em 1923

Pesando apenas 122 kg, o conjunto com quadro tubular duplo e braço oscilante dianteiro foi capaz de lidar com a então elevada velocidade máxima teórica de 95 km/h. Um conceito muito mais à frente do que as próprias estradas daquela época.

Fonte: BMW Motorrad do Brasil I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação