NOVO VW T-CROSS: VEJA O QUE MUDA NA LINHA 2025 DO LÍDER

SUV preferido do País ganha retoques de design, luzes 100% de LED e inédita assinatura traseira, além de detalhes internos e mais itens de segurança




Em time que está ganhando não se mexe. Certo? Sim e não; depende do ponto de vista. Enquanto parte das opiniões concorda com a máxima, baseadas nos resultados positivos do momento, outra move a cabeça negativamente, afirmando se manter liderança exige atualizações constantes. Para não correr qualquer risco, a Volkswagen seguiu pelo caminho do meio ao lançar o novo T-Cross no Brasil.

Líder em vendas do mercado nacional em seu segmento, o SUV compacto da marca alemã acaba de ter sua linha 2025 revelada, trazendo design levemente redesenhado por fora e por dentro, cores inéditas, iluminação modernizada e novos recursos de segurança- este último, um aspecto em que é referência.

O novo T-Cross mantém as quatro configurações de design e equipamentos, sem alteração de preços em relação à versão anterior. As opções intermediárias 200 e Comfortline, ambas com motor 200 TSI, chegam custando a partir de R$ 142.990 e R$ 160.990, na ordem, ao passo que a topo de linha Highline, equipada com o 250 TSI, parte de R$ 175.990.

Por enquanto, as mudanças trazidas pelo novo modelo não valem para a versão básica Sense (R$ 119.980) – criada para o público PCD, também com motor 200 TSI -, que deve ser atualizada em breve.

 

Segundo a VW do Brasil, o T-Cross 2025 é o primeiro dos 16 carros que serão introduzidos pela marca no País até 2028. Fabricado em São José dos Pinhais (PR), o modelo possui contratos de exportação para 17 países da América Latina, entre eles Chile, Colômbia, Peru, Equador, Uruguai e Paraguai.

Desde o lançamento do SUV compacto, em 2019, já foram produzidas mais de 320 mil unidades no Brasil. O modelo fechou o ano de 2023 na liderança de vendas em seu segmento no mercado nacional, e vem mantendo a posição até o momento.

MUDANÇAS À VISTA

Volkswagen T-Cross Highline 2025

O visual frontal do T-Cross 2025 apresenta grade superior com padrão redesenhado da tela de ventilação. De ambos os lados da peça, os conjuntos ópticos passam a contar com iluminação totalmente de LEDs, incluindo os faróis alto e baixo, luz de rodagem diurna (DRL) e piscas. Eles também passam a incorporar as luzes de neblina, que antes ficavam destacadas e mais próximas do chão.

Com isso, o parachoque ganhou novas entradas de ar nas extremidades, onde antes ficavam os faróis auxiliares, além de maior área coberta na cor da carroceria. A grade inferior ampliada traz a sensação de maior robustez ao modelo.

Volkswagen T-Cross Highline 2025

A paleta de cores para a pintura externa continua oferecendo seis possibilidades para toda a linha: preto ninja, branco puro, cinza platinum, vermelho sunset, prata pyrit e azul norway. No entanto, a versão de topo Highline passa a contar com mais uma, a cinza ascot, adicionada ao pacote Dark, um dos três kits de opcionais disponíveis para o modelo. Ele adiciona teto, rack e capas dos retrovisores na cor preta, rodas e logotipos escurecidos.

Outra novidade é o desenho inédito das rodas com aro de 17”, criado especialmente para a região latino-americana e aplicado em todas as configurações do T-Cross.

Volkswagen T-Cross Comfortline 2025

Na parte traseira, as lanternas trazem projeto mais elaborado, com texturas diferentes, e são 100% em LED, incluindo a luz de neblina, do lado esquerdo, e a iluminação de marcha a ré, de ambos os lados. Fora isso, a linha 2025 marca a estreia da faixa de LED que atravessa toda a largura da tampa traseira, representando a principal assinatura de estilo do novo T-Cross.

Logo abaixo, o parachoque também ganhou aspecto mais robusto, muito por conta do detalhe em formato arco voltado para baixo, que traz a sensação de que o modelo está mais alto, sugere a fabricante. Ele se destaca pelo acabamento aluminizado nas versões mais acessíveis e preto brilhante na topo de linha.

POR DENTRO

Volkswagen T-Cross Highline 2025

 Construído sobre a plataforma MQB, o T-Cross oferece espaço para cinco ocupantes e porta-malas com capacidade de 373 litros (ou 420 l, com os encostos traseiros rebatidos).

A ambientação interna do T-Cross 2025 traz algumas novidades. Os bancos foram reestilizados e passam a ter figurinos inéditos, sempre com a inscrição “T-Cross” na parte superior. Nas versões Comfortline e Highline, os painéis do revestimento ganharam mais detalhes, com materiais de toque macio (soft-touch) e costura pespontada. Além disso, o apoia braço também é revestido em vinil.

Volkswagen T-Cross Highline 2025

Mas não só. O formato do painel está mais escultural e elaborado. Nele, o centro das atenções é a tela de 10,1″ (25,6 cm) em um formato inédito, agora semi-flutuante, e disponível de série para todas as configurações.

Ela dá acesso ao sistema multimídia VW Play, com conexão à internet via plataformas Apple Carplay e Android Auto. Para as opções Comfortline e Highline, também é possível selecionar o perfil de condução com poucos toques no monitor.

 SEGURANÇA MÁXIMA E APRIMORADA

Volkswagen T-Cross Highline 2019

Desde que chegou ao mercado, o VW T-Cross é referência em segurança em sua categoria, aprovado com a nota máxima de cinco estrelas pelo Latin NCap, o programa latino-americano de avaliação de carros novos.

As configurações 200, Comfortline e Highline são equipadas com controle adaptativo de velocidade e distância, frenagem autônoma de emergência com detector de pedestre, seis airbags (em pares frontais, laterais dianteiros e de cortina).

Ainda fazem parte da lista de equipamentos o sistema Isofix de fixação de assento infantil; freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EDB); controle eletrônico de estabilidade (ESC); controle de tração (TCS) com bloqueio eletrônico do diferencial; assistente para partida em subidas (hill Holder); e função frenagem de manobra, entre outros.

Volkswagen T-Cross Comfortline 2025

Mas nem por isso a VW puxou o freio de mão sobre os louros. Prova disso é que o T-Cross 2025 estreia em todas as versões o sensor de fadiga e o alerta sonoro e visual para o uso de cintos de segurança (dianteiros e traseiros). O novo modelo também estende à versão de entrada 200 o sistema de frenagem autônomo de emergência com reconhecimento de pedestre.

Na outra ponta da linha, a opção de topo Highline também fica ainda mais segura com a estreia do pacote opcional “Adas” – sigla, em inglês, de “sistemas avançados de assistência ao condutor” ou de “condução assistida”. Ele reúne o assistente de estacionamento (park assist), detector de ponto cego com sensor traseiro para saída de vaga e assistente ativo de mudança de faixa (lane assist).

PNEUS NÃO VAZAM

Pirelli Seal Inside

Fora as tecnologias eletrônicas, o pacote “Adas” introduz os pneus Pirelli Seal Inside, que permitem continuar rodando com segurança mesmo furado, sem que aconteça perda de pressão.

Diferente da tecnologia run flat – que permite que o ar saia do pneu, sustentando em suas reforçadas bandas laterais o peso do carro – o pneu Seal Inside possui interior selado com material vedante, que envolve o objeto perfurante e evita que o ar vaze.

Pirelli Seal Inside

Assim, o motorista nem percebe o problema e continua a rodar normalmente (a menos que o objeto provoque um ruído estranho e repetitivo, a cada volta do pneu).

E mesmo com a retirada do objeto, o composto vedante preenche a perfuração até a superfície externa, dispensando a necessidade de reparos. Para tanto, o objeto deve ter até quatro milímetros de diâmetro – felizmente, medida que abrange a maioria dos pregos e parafusos.

SOB O CAPÔ, NADA MUDA

Volkswagen T-Cross Highline 2025

 Presente nos T-Cross 200 e Comfortline, motor 200 TSI Total Flex, de 999 cm³ de cilindrada, três cilindros, injeção direta de combustível e turbocompressor, gera a potência máxima de 116 cv, com gasolina, e de 128 cv, com etanol, ambas a 5.500 rpm; já o pico de torque é de 20,4 kgf.m, entre 2.000 e 3.500 rpm, com ambos os combustíveis.

O propulsor 250 TSI Total Flex que equipa a versão Highline tem a mesma arquitetura, mas é ajustado para gerar potência de até 150 cv, com gasolina ou etanol, e o torque de 25,5 kgfm. Nos dois casos, a transmissão é automática, de seis velocidades, com tração dianteira.

OPCIONAIS PARA TODOS

Volkswagen T-Cross Highline 2025

Seja qual for a configuração (exlcuindo-se a Sense), o cliente pode incrementar o T-Cross 2025 escolhendo entre mais de 90 acessórios originais ou com os vários pacotes de equipamentos opcionais disponíveis para a linha.

Na versão 200 TSI, por exemplo, é possível adicionar o pacote Interactive, que engloba a câmera de ré traseira; sensor de estacionamento dianteiro retrovisores externos com comandos elétricos, rebatíveis e com função tilt-down do lado direito (que volta a lente para baixo ao se engatar a ré, permitindo enxergar o meio-fio nas manobras); e rodas de liga leve de 17”.

Volkswagen T-Cross Highline 2025

Para a Comfortline são dois os conjuntos de opcionais disponíveis. O Sky View II adiciona teto solar panorâmico; espelho retrovisor interno anti-ofuscante automático; sensor de chuva; e duas luzes de leitura para ocupantes dianteiros. Já o Design View traz revestimento dos bancos parcialmente em couro, com colunas e teto escurecidos.

Por fim, a Highline dispõe de três kits adicionais. O Sky View, com teto solar panorâmico e duas luzes de leitura na frente. Os outros dois são o Adas e o Dark, descritos anteriormente. 

Volkswagen T-Cross Comfortline 2025

A linha VW T-Cross 2025 já está disponível em toda a rede de concessionários da marca. A fábrica oferece três anos de garantia com quilometragem ilimitada e revisão de série sem custo para todas as configurações, incluindo peças e mão de obra. Fora isso, a parceria entre a VW e a companhia Porto Seguro permite reduzir o custo da apólice de cobertura.

UNIVERSO MOTOR I Redação

Edição: Fábio Ometto I Fonte: Volkswagen Brasil I Imagens: Divulgação




Sobre Universo Motor 1043 Artigos
Jornalista e editor de conteúdo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário