AYRTON SENNA: 30 ANOS SEM ELE

Autódromo e cidade de Ímola promovem uma série de eventos esportivos e culturais para celebrar a memória do ídolo da F1, morto na tradicional pista italiana em 1994




O histórico autódromo Enzo e Dino Ferrari e a cidade de Ímola, onde ele está localizado, na região da Emilia-Romagna, ao norte da Itália, criaram uma extensa programação de homenagens para marcar os 30 anos de legado de Ayrton Senna, completados este mês. Durante muitos anos, a pista sediou o Grande Prêmio de San Marino de Fórmula 1, a prova em que o brasileiro, tricampeão do mundo, sofreu seu acidente fatal em 1º de maio de 1994.

Os eventos também homenageiam o piloto austríaco Roland Ratzenberger, morto no dia anterior a Senna, em decorrência da batida durante os treinos para a mesma corrida fatídica.

Ayrton Senna, 30 anos sem ele

A programação Senna 30 anos inclui exposições, espetáculos e ações sociais. A inauguração aconteceu em 21 de março, dia em que Ayrton completaria 64 anos, com a abertura da exposição fotográfica Magic. Ayrton Senna – Imola 1994-2024. A mostra se estende até 2 de junho, data de encerramento da série de homenagens.

A série de homenagens também inclui duas corridas de máxima importância do calendário do automobilismo no autódromo local: a 6 Horas de Ímola, segunda prova de 2024 do Campeonato Mundial de Endurance (WEC), disputada em 21 de abril, e o GP da Emilia-Romagna de F1, sétima etapa da temporada, no dia 19 de maio.

O novo nome do GP local foi adotado após a reforma do circuito Enzo e Dino Ferrari, que extinguiu a perigosa curva Tamburello.

 

Contudo, o ponto alto da programação ficou agendado para a quarta-feira, 1º de maio, quando se completaram as três décadas do acidente que chocou o mundo e pôs fim à carreira do tricampeão mundial.

Em outro sentido, porém, a perda irreparável e inesquecível de Senna deu origem ao legado construtivo e inspirador deixado pelo ídolo brasileiro, dentro e fora das pistas.

ÍMOLA, 1º DE MAIO DE 2024

Exposição Magic. Ayrton Senna, em Ímola

Ao longo deste 1º de maio, o autódromo e a cidade de Ímola foram tomados por uma legião de fãs, vindos de todas as partes do mundo.

A exposição Magic. Ayrton Senna – Imola 1994-2024, aberta até 2 de junho, reúne 94 imagens inéditas, feitas pelos fotógrafos Angelo Orsi e Mirco Lazzari. Elas destacam tanto as passagens inesquecíveis de Senna como piloto espetacular quanto seu lado humano e pessoal.

Memorial Ayrton Senha, junto à extinta curva Tamburello

A corrida de atletismo Ayrton and Roland Day foi realizada pela manhã, ao longo do circuito de corrida, aberta a quem quisesse participar.

O momento mais emocionante das celebrações aconteceu em seguida, durante a cerimônia no memorial dedicado a Ayrton Senna, junto ao trecho da extinta curva Tamburello. Exatamente às 14h17, horário exato do acidente que vitimou o brasileiro, foi respeitado um minuto de silêncio, diante da estátua em tamanho natural do piloto, sentado sobre um bloco de pedra. A programação completa das celebrações em Ímola pode ser acessada aqui.

ÍMOLA, 1º DE MAIO DE 1994

1º de maio de 1994: tensão explícita momentos antes da largada

Como em todas as corridas da temporada até ali, Ayrton Senna largaria na pole position, ao lado de Michael Schumacher (Benetton). Mas não havia um clima de comemoração.

Na manhã, durante a habitual reunião dos pilotos antes da largada, o brasileiro fez duras críticas à pista. Estava contrariado com a ausência de Rubinho Barrichello na corrida, causada pelo forte acidente de sexta-feira, e ainda chocado com a tragédia que matou o austríaco Roland Ratzenberger (Simtek), nos treinos do sábado.

1º de maio de 1994, 14h17: fim de uma era

Senna largou bem, assumiu a ponta e livrou boa vantagem em relação a Michael Schumacher. Na sétima volta, o volante de seu Williams não obedeceu ao comando e foi direto contra o muro da curva Tamburello. Com o impacto do carro, a barra de suspensão se quebrou, formando uma lança. A peça danificada atingiu o capacete de Senna pouco acima da viseira, onde fez uma perfuração que alcançou o rosto do piloto, na altura do supercílio, causando forte sangramento e um profundo ferimento no cérebro.

O piloto foi socorrido pelos paramédicos e levado de helicóptero até o Hospital de Bologna, na mesma região. Infelizmente, as lesões na cabeça foram irreversíveis, apesar de não ter sido encontrado qualquer outro arranhão ou fratura no corpo do piloto. A morte de Senna, aos 33 anos de idade, foi anunciada no início daquela tarde em Ímola, deixando um vazio que calou o mundo inteiro.

O personagem infantil Senninha, criado à imagem e semelhança da personalidade do piloto

Mas também foi o prenúncio de um legado para as gerações seguintes, sintetizado no trabalho educacional do Instituto Ayrton Senna, ao lado do personagem Senninha, que está e continuará cada vez mais vivo.UNIVERSO MOTOR I Redação

Edição: Fábio Ometto I Fonte: Senna.com, Senna.it e IAS I Imagens: Divulgação, Agência Brasil, redes sociais e reprodução da internet 

 




Sobre Universo Motor 1043 Artigos
Jornalista e editor de conteúdo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário