HONDA CB 1000R BLACK EDITION AGORA É AZUL

Linha 2024 da poderosa nacked premium chega em breve e traz como novidade apenas a pintura inédita e exclusiva. Já a irmã mais discreta, CB 1000R, ganha opção em preto




Honda CB 1000R Black Edition 2024 agora é azul

A Honda CB 1000R surgiu em 2019, introduzindo no segmento nacked (pelado) o conceito Neo Sport Café – como foi batizado pela marca japonesa -, que combina um design minimalista bastante original, com referências retrôs e futuristas, ao alto desempenho do motorzão de quatro cilindros, tudo bem encaixado em uma ciclística de categoria superior, com componentes trazidos das superesportivas.

Somando todos estes predicados ao baixo peso final, de apenas 200 kg (a seco), e aos modos de entrega de potência selecionáveis, a “cebezona” resulta em uma máquina imbatível em maneabilidade, destaca Honda. O modelo chegou ao Brasil, o modelo chegou no ano passado, em duas configurações, a standart CB 1000R a série especial CB 1000R Black Edition.

Honda CB 1000R e Honda CB 1000R Black Edition 2024

Para a linha 2024, a nacked continuará disponível opções, trazendo como únicas novidades as cores inéditas. A CB 1000R ganha o visual inteiramente em preto fosco, mas mantendo o vermelho metalizado como opção. Enquanto isso, a Black Edition passa a ser oferecida exclusivamente com a pintura em azul fosco.

 

Apesar da escassez de novidades, a boa notícia é que a linha CB 1000R mantém o conjunto motriz integralmente, com seus 142 cv de potência, e o desempenho impressionante, digno da dinastia CB, iniciada em 1969, com a icônica 750 Four – ou “sete-galo”, no Brasil.

Honda CB 1000R Black Edition 2024

No visual, a CB 1000R Black Edition se vale de uma verdadeira customização de fábrica. Desenhada para criar o mais puro impacto visual, esta versão exclusiva se distingue pelo uso extenso da cor preta no acabamento, visto nas rodas, componentes das suspensões, todo o sistema de escape, apoio do guidão, molduras do farol e do radiador, tampas laterais e subchassi.

Além disso, ela traz acessórios exclusivos e de primeira linha, tais como o banco monoposto e a testeira esportiva, acima do farol.

Segundo a Honda, a linha CB 1000R tem apenas seis partes de plástico e cada detalhe da nacked é produzido com os melhores materiais disponíveis, para oferecer um acabamento excepcional.

Desde o assento bipartido, com revestimento em couro perfurado e costura contrastante (no caso da configuração standardt), passando pelo subquadro, até as placas laterais em aço inox, tudo foi pensado para dar a sensação de trabalho artesanal.

Honda CB 1000R 2024

Nas duas configurações, o farol em formato de gota e a rabeta curta se aliam esteticamente ao tanque de aparência muscular (com capacidade para 16,1 litros), formando com o ostensivo motorzão de quatro cilindros em linha um estilo único.

O conjunto óptico dianteiro, característico da linha Neo Sports Café, apresenta bloco bipartido em LED, integrando com a luz de rodagem diurna (DRL) em formato de ferradura. As luzes de direção (piscas) têm a clássica cor âmbar.

Honda CB 1000R Black Edition 2024

A posição de pilotagem proporciona postura típica dos modelos café racer, com o tronco projetado para frente, graças ao guidão de alumínio com desenho mais reto e às pedaleiras levemente recuadas – mas, sem comprometer o conforto, ressalva a fabricante.

A altura do assento do piloto, seja individual ou biposto, é de 883 mm em relação ao solo.

Honda CB 1000R Black Edition 2024

O chassi de aço, com longarina simples, segue a arquitetura do tipo diamond – que incorpora o bloco do motor como parte da estrutura, solução trazida das pistas que reduz do peso da moto e eleva sua rigidez torcional.

As suspensões oferecem várias regulagens. No garfo dianteiro, o par de amortecedores Showa Separate Function Front Fork Big Piston (SFF-BP), de 43 mm de diâmetro, cada, e curso de 109 mm, oferecem baixo peso e alta absorção dos impactos causados pelo piso, graças à compressão otimizada e ao amortecimento de rebote, detalha a Honda. Na traseira, a roda se conecta ao chassi por meio de braço único, uma assinatura da CB 1000R Neo Sports Café. Chamada de Single Showa, essa suspensão dispõe de 131 mm de curso e conta com ajuste de pré-carga da mola.

Honda CB 1000R Black Edition 2024

A frenagem com sistema ABS de dois canais tem cálipers (pinças) de quatro pistões com montagem radial, na frente, que atuam sobre discos flutuantes de 310 mm de diâmetro. Atrás, o disco de 256 mm de diâmetro usa cáliper de dois pistões.

Tanto para a CB 1000R quanto para a Black Edition, as rodas de alumínio com aros de 17” impactam visualmente pelo desenho de sete raios duplos com acabamento em preto fosco, e ganham ainda mais destaques com os pneus 120/70, na dianteira, e 190/55.

Honda CB 1000R 2024

O sistema Emergency Stop Signal (ESS) é uma tecnologia de prevenção de colisões traseiras, já adotada em automóveis de luxo, que agora equipa também todas as motocicletas de alta cilindrada da Honda.

No caso de uma frenagem brusca, o sistema aciona automaticamente o pisca-alerta, fazendo as setas traseiras piscarem para alertar os veículos, que estão atrás, sobre uma emergência, ajudando a prevenir acidentes.

FAMÍLIA PODEROSA

Honda CB 1000R 2024

Honrando a tradição da família CB, as duas opções da 1000R são impulsionadas por um motor quadricilíndrico, neste caso com 998 cm³ de volume interno, taxa de compressão de 11,6:1 e equipado com duplo comando de válvulas no cabeçote (Dohc), injeção eletrônica PGM-FI e refrigeração líquida. Com isso, este motorzão 1.0 – sem turbo, vale destacar – entrega o torque máximo de 10,2 kgf.m a 8.250 giros e a potência ainda mais impressionante de 142,8 cv a 10.500 rpm, resultando na relação de peso/potência 1,4 kg/cv.

Mas, o desempenho extremo da CB 1000R não se deve apenas à alta potência e baixo peso. Os técnicos privilegiaram a entrega do torque na faixa de rotação entre 6.000 e 8.000 rpm, fazendo com que as acelerações sejam imediatas e as retomadas de velocidade mais elásticas, sem o uso intensivo do câmbio.

Honda CB 1000R 2024

A transmissão de seis marchas, com relação final por corrente, é equipada com embreagem do tipo deslizante, que tem a função de prevenir perdas repentinas de aderência (derrapagens) da roda traseira após as reduções de marcha bruscas, muito utilizadas em tocadas mais esportivas. Ao mesmo tempo,  o acionamento da embreagem conta com assistência no manete, que reduz em 12% o esforço necessário para pressioná-la.

No caso da Black Edition, o piloto pode se dar ao luxo de utilizar a embreagem apenas para partir com a moto, já que o exclusivo sistema quickshifter permite mudanças mais rápidas durante a condução e sem necessidade do acionamento o manete.

Honda CB 1000R 2024

A nova CB 1000R Neo Sports Café também sai de fábrica, nas duas configurações, com o sistema Honda Selectable Torque Control (Hstc), desenvolvido para limitar eletronicamente o deslizamento da roda traseira e proporcionar a tração ideal para cada condição de piso. Para tanto, sensores monitoram constantemente a velocidade da roda e, caso percebam que o pneu começa a patinar ou derrapar, em milionésimos de segundo acionam o gerenciamento do motor para reduzir o torque.

O piloto tem à disposição quatro modos de condução – standart (padrão), sport (alto desempenho), rain (chuva) e user (configurável pelo piloto)permitindo adequar a motocicleta para qualquer tipo de viagem e estilo de pilotagem. As configurações atuam diretamente, e de formas diferentes, na potência, no freio-motor, no ABS e no controle de torque, para otimizar a experiência de pilotagem.

Honda CB 1000R 2024

O painel tem tela colorida com tecnologia TFT (Thin Film Transistor, ou transistor de película fina), que torna as imagens mais nítidas, com quatro modos de visualização da velocidade e de rotação do motor, selecionáveis. Idem com relação às indicações do nível e do consumo de combustível, seleção do modo de pilotagem, parâmetros do motor e indicador de marcha. O controle dessas funções se dá por botões no punho esquerdo do guidão.

Honda RoadSync

Em suas duas configurações, a Honda CB 1000R também conta com o exclusivo sistema Hsvc – Honda Smartphone Voice Control –, que conecta o smartphone à tela TFT no painel da motocicleta, por meio do aplicativo Honda RoadSync. Com isso, o piloto tem acesso aos recursos de navegação, clima, música, chamadas e mensagens de texto. Basta usar o comando direcional no punho esquerdo e o sistema de áudio do capacete com microfone. Sob o banco, uma porta USB permite recarga do smartphone.

A linha CB 1000R conta, ainda, com uma linha de acessórios feitos sob medida nas concessionárias Honda, permitindo a personalização mais apurada da naked.

Honda CB 1000R Black Edition e CB 1000R 2024

As Honda CB 1000R e Honda CB 1000R Black Edition contam com garantia de três anos, sem limite de quilometragem, além do Honda Assistance – serviço de assistência 24 horas válido em todo o território nacional, mais Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai – durante o período de garantia.

A chegada às concessionárias de todo o Brasil está prevista para outubro, com preço público sugerido de R$ 78.870 para a CB 1000R e de R$ 87.730 para a CB 1000R Black Edition – ambos com base na capital de São Paulo e não inclusas despesas de frete e de seguro.

UNIVERSO MOTOR I Redação

Edição: Fábio Ometto I Fonte: Honda da Amazônia I Imagens: Divulgação




Sobre Universo Motor 995 Artigos
Jornalista e editor de conteúdo