Amaro Aviation é autorizada a operar como táxi aéreo




A Amaro Aviation, empresa do ramo de aviação executiva com foco no compartilhamento de aeronaves, acaba de ser certificada pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para operar também no segmento de táxi aéreo.

Um dos diferenciais da companhia está em oferecer o compartilhamento de aeronaves a partir da recente mudança da legislação, que tornou as operações mais seguras e mais simples para adquirir e, mais tarde, para se desfazer do ativo.

Pilatus PC-24

Agora, com a possibilidade de operar como táxi aéreo, os cotistas também poderão reduzir as despesas fixas, com a possibilidade de colocar a aeronave para operar também como táxi aéreo nos períodos em que estiver disponível. 

“Podemos oferecer mais alternativas para nossos clientes, atendendo demandas variadas e diversificando os produtos que a Amaro oferece, inclusive no gerenciamento de aeronaves”, disse Marcos Amaro, CEO e fundador da companhia.  

Pilatus PC-12 NGX e Pilatus PC-24

Atualmente, a Amaro Aviation oferece um jato Pilatus PC 24 e um PC-12 NGX para compartilhamento. Para o segundo trimestre do ano que vem, a empresa receberá mais um jato da Pilatus PC 24 e um turboélice Grand Caravan EX, que será utilizado especialmente para os destinos de Angra dos Reis, Paraty, Joinville e Florianópolis. 

Para o terceiro trimestre de 2023, a Amaro também espera um King Air 260s da Beechcraft, que será destinado ao segmento do agronegócio brasileiro para atender cidades como Maringá, Blumenau, Anápolis, entre outras.

Embraer Phenom 300

Já para o ano de 2024, a empresa receberá sua primeira aeronave da Embraer, o Phenom 300, que já foi substancialmente vendido e contribuirá para a consolidação da marca no setor de aviação executiva no Brasil.

Hangar da Amaro Aviation no Aeroporto Catarina, em São Roque (SP)

Fundada em 2020, em São Paulo, por Marcos Amaro – filho do comandante Rolim Amaro, fundador da TAM Linhas Aéreas (atual Latam) – ao lado de João Mellão e Ksenia Kogan Amaro, a Amaro Aviation tem sua base de operações sediada no Aeroporto Catarina, em São Roque (a cerca de 30 km de São Paulo).

Segundo a empresa, a oferta de cotas de compartilhamento de aeronaves vem crescendo de forma expressiva nos últimos anos. Agora, com a autorização para serviços de táxi aéreo, a proposta da companhia é ampliar o leque de serviços para clientes ou potenciais clientes. 

Fonte: Amaro Aviation I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação




Sobre Universo Motor 995 Artigos
Jornalista e editor de conteúdo