Volkswagen Argentina produzirá motocicletas da Ducati

Entre as ações previstas, aporte de R$ 1,27 bi na subsidiária local inclui fabricação da Scrambler Icon em 2022, modelo da tradicional marca italiana pertencente à Audi

Volkswagen Argentina produzirá motocicletas da Ducati

Alinhado ao processo de transformação que o Grupo Volkswagen está implementando na América Latina, com investimentos de mais de US$ 1,2 bilhão (R$ 6,09 bi) para a região até 2026, a empresa anuncia o aporte de US$ 250 milhões (R$ 1,27 bi) para a sua subsidiária da Argentina até o final desse período, o que, segundo seus executivos, impulsionará a digitalização e a descarbonização na América do Sul.

A maior novidade incluída na ação é que, além da renovação da picape Amarok, que é produzida na fábrica General Pacheco, nos arredores de Buenos Aires, e ao processo de produção local de peças para o utilitário esportivo Taos, o investimento será destinado ao início da montagem das motocicletas Ducati em Córdoba.

Ducati Scrambler Icon

Dessa forma, a VW Argentina será a primeira subsidiária do Grupo VW a montar modelss de alta qualidade da marca italiana, adquirida em 2012 pela marca Audi – uma das montadoras abrigadas no guarda-chuva do Grupo Volkswagen. A produção local da Scrambler Icon começará no final de 2022 para abastecer o mercado local.

Nos últimos anos, o Grupo VW investiu mais de US$ 1 bilhão (R$ 5,08 bi) na Argentina, o que permitiu a modernização da tecnologia e infraestrutura de suas plantas produtivas e uma nova planta de pintura com tecnologia única no país.

Volkswagen Amarok

Graças a este novo investimento, a Amarok apresentará alterações no design, segurança e tecnologia da icônica picape que a Volkswagen produz há mais de dez anos no Centro Industrial Pacheco, tendo sido selecionada entre 60 unidades de produção do mundo para fabricar a primeira picape do Grupo a nível global.

Atualmente, mais de 600 mil unidades da Amarok já foram fabricadas, sendo o modelo com maior número de unidades produzidas em Pacheco.

Volkswagen Taos

Com esses novos aportes anunciados, o Grupo VW Argentina também continuará a desenvolver a indústria com um ambicioso projeto de produção de um maior conteúdo local de peças para o SUV (Sport Utility Vehicle) e maior compromisso com toda a cadeia de valor.

Segundo a empresa, tudo isso implica um salto tecnológico ao nível do produto e do processo de produção que oferece maior flexibilidade para a produção de novos modelos, o que garantirá a sustentabilidade das suas fábricas para os próximos anos.

Fonte: VW do Brasil I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação