Honda ADV 150, o SUV compacto dos scooters, chega às lojas

Inédito no país, modelo produzido em Manaus alia a praticidade ideal no uso urbano com a robustez e o design off-road para se aventurar em roteiros além do asfalto

Honda ADV 150, o SUV compacto dos scooters, chega às lojas

A Honda está desencaixotando nas concessionárias do Brasil o scooter ADV 150, modelo inédito em seu portfólio nacional, derivado do PCX 150 (o mais vendido desta categoria no país), que traz como diferencial o conceito City Adventure, combinando a praticidade para o uso urbano no dia a dia, com o design e a capacidade de uma pequena trail, apta a encarar terrenos acidentados e até aventuras off-road leves.

Inaugurado pelo Honda X-ADV, de 750 cm³, lançado mundialmente em 2017, esse conceito trouxe para o universo dos scooters a versatilidade oferecida pelos carros do segmento dos SUVs (sport utility vehicles) compactos ou utilitários esportivos urbanos. Ou seja, topam qualquer parada sobre o asfalto, liso ou esburacado, e não fogem à luta quando ele termina.

Honda ADV 150

Disponível nas cores vermelho e branco perolizado, o ADV 150 que chega ao mercado brasileiro é produzido em Manaus – única planta da Honda fora do Japão a fabricar o modelo – com preço sugerido de R$ 17.490, válido para o estado de São Paulo e sem incluir custos de frete e de seguro.

Assim como os demais modelos da linha Honda, o ADV 150 conta com garantia de três anos, sem limite de quilometragem.

Honda ADV 150

O design futurista e robusto é moldado pela carenagem que envolve toda a parte dianteira do scooter e se estende para as laterais, unindo-se prefeitamente às plataformas de apoio para  os pés do piloto.

A luz de rodagem diurna (DRL – Daytime Running Light) se caracteriza pelas assinaturas marcantes no grupo ótico dianteiro e especialmente na lanterna traseira de LED, com o característico “X”.

Honda ADV 150

O perfil aventureiro é realçado pelos pneus com banda de rodagem de desenho especial, com características adequadas ao uso misto (asfalto, terra ou areia).

As medidas também são bastante diferentes às usadas pelos scooters desta categoria, com o reforçado 110/80-14, na frente, e 130/70-13, na traseira. As rodas de liga leve têm doze raios na frente e dez atrás.

Honda ADV 150

O chassi tubular de aço, derivado do scooter Honda PCX 150, recebeu reforços para acomodar o conjunto de amortecimento Showa mais robusto, mas sem, no entanto, comprometer o conforto e a maneabilidade.

Honda ADV 150

A suspensão dianteira, do tipo garfo telescópico convencional, tem tubos de 31 mm de diâmetro e curso de 130 mm, que também representam um diferencial entre os scooters desta classe. Na traseira, o par de amortecedores conta com reservatório externo de pressurização e molas de passo variável, que permitem curso de 120 mm à roda, oferecendo maior conforto.

O sistema de freios é composto, na dianteira, por disco simples do tipo wave (onda) – ou seja, com borda externa irregular -, de 240 mm de diâmetro e pinça de pistão duplo, assistida pelo sistema anti-bloqueio ABS (Anti Lock Braking System). Na traseira, o disco com o mesmo recorte tem 220 mm e pinça de pistão simples.

Honda ADV 150

A posição de pilotagem é confortável, graças ao assento amplo, com espessa camada de espuma e afilado na parte frontal, combinado ao guidão do tipo bicônico, largo e elevado, e aos apoios para os pés nas plataformas laterais, que apesar de grandes não prejudicam o acesso ao solo.

A altura de 795 mm do alto do banco até o solo também garante maior confiança para o piloto nas paradas do semáforo ou nas manobras em pequenos espaços.

Honda ADV 150

Outra vantagem oferecida pelos scooters é o bagageiro sob o assento. No caso do ADV 150, o compartimento oferece o amplo volume de 27 litros, suficiente para abrigar um capacete fechado e ainda oferecer espaço para outros objetos, como uma pequena bolsa ou um conjunto de roupa de chuva compacto. E isso sem comprometer a capacidade do tanque de combustível para oito litros, a mesma do PCX, garantindo grande autonomia.

Outro espaço bastante útil é o porta-objetos com capacidade de dois litros localizado do lado esquerdo do escudo frontal, ideal para acomodar o celular e até recarregá-lo por meio da prática tomada 12 V disponível ali.

Honda ADV 150

O motor do Honda ADV 150, também emprestado do PCX, é o monocilindro de 149,3 cm3, com comando de válvulas simples no cabeçote (Sohc – Single Over Head Camshaft), quatro tempos, com injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection), arrefecido a líquido.

O exclusivo sistema eSP (enhanced Smart Power) reduz a rotação do motor automaticamente quando em aceleração constante em terreno plano. Combinado à transmissão automática continuamente variável CVT (V-Matic), esse dispositivo proporciona funcionamento mais suave do motor, economia de combustível e maior durabilidade do conjunto mecânico.

Honda ADV 150

Nesta versão do propulsor destinada ao ADV, os dutos de aspiração foram modificados para atender o propósito do novo modelo, privilegiando a distribuição em regimes baixos e médios da potência de 13,2 cv a 8.500 rpm e do torque de 1,38 kgf.m a 6.500 rpm.

Também o escape foi redesenhado internamente, pelo mesmo motivo; a ponteira, voltada para o alto, acima do pneu traseiro, tem design típico dos modelos on-off e propicia a passagem por trechos alagados ou pequenos riachos com maior segurança.

Honda ADV 150

Presente em todos os modelos da Honda desta faixa de cilindrada, o ISS (Idling Stop System, ou, em português, algo como “sistema de parada inativa”), é um dispositivo equivalente ao start-stop dos automóveis mais recentes, que desliga automaticamente o motor em paradas prolongadas, religando-o imediatamente assim que o acelerador é acionado, para maior economia de combustível e redução da emissões de poluentes e ruídos.

Esse sistema é combinado ao ACG, que é um avançado e compacto gerador/motor de partida sem escovas (brushless), e pode ser desativado por meio de um botão no punho direito.

Honda ADV 150

O painel com tela de LCD (Display de Cristal Líquido) tem visualização facilitada pelo grafismo bem resolvido e contraste do fundo escuro com os ícones claros, além do posicionamento elevado. Completo, oferece todas as informações dinâmicas do veículo e os dados do computador de bordo.

Logo abaixo, o conjunto de luzes-alerta indica a posição dos faróis, das luzes de direção, além de advertências sobre o funcionamento do motor e do sistema de freios ABS.

Honda ADV 150

O pacote de equipamentos inclui também o sistema de partida sem chave (Smart Key), pelo qual é preciso apenas que o piloto ou pilota esteja com o módulo eletrônico no bolso, na mochila ou na bolsa, e posicionar em “liga” o botão giratório localizado à direita do escudo dianteiro, o qual também desbloqueia o acesso ao bagageiro e ao bocal de reabastecimento. 

Honda ADV 150

Por fim, outra comodidade oferecida pelo ADV 150 é o parabrisa ajustável em altura, com dois níveis, com operação simples e sem ferramentas, o que garante adequar facilmente a posição de acordo com a situação, seja na cidade, para o tempo seco ou chuvoso, ou na estrada, onde a proteção contra o vento é um diferencial que torna as viagens mais confortáveis.

Fonte: Honda do Brasil I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação