Daher revela o TBM 940, o turboélice que voa alto e acima dos 600 km/h

Monomotor francês leva seis pessoas com conforto de SUV e desempenho esportivo, agora equipado com acelerador automático e sistema de degelo da fuselagem

Daher revela o TBM 940, que voa alto a 611 km/h [Divulgação}

A fabricante de aeronaves francesa Daher apresentou a mais recente versão do seu monomotor turboélice, o TBM 940, que traz como principais novidades a integração do acelerador automatizado e o sistema automático de degelo, além de melhorias de estilo e ergonomia da cabine.

O lançamento aconteceu durante um encontro da associação de proprietários e de pilotos de TBM nos Estados Unidos, realizado há poucos dias, em Pompano Beach, na Flórida.

Daher TBM 940 [Divulgação}

Substituto do atual TBM 930, lançado em 2016, como opção topo de linha da família – com preço estimado que passa rasante aos US$ 5 milhões (R$ 19,5 mi) -, o TBM 940 marca um importante passo em direção ao aperfeiçoamento do desempenho, segurança e conforto do modelo, segundo a empresa.

Daher TBM 940 [Divulgação}

Uma das principais características do TBM 940 é o acelerador automatizado – o primeiro a ser instalado em um turoboélice de série com peso inferior a 12.500 libras (5,7 ton).

Totalmente integrado ao piloto automático, este acelerador com alavanca única ajusta autonomamente as velocidades da aeronave com base no plano de voo – desde a decolagem até a aproximação para o pouso.

Daher TBM 940 [Divulgação]

Além disso, para reduzir a carga de trabalho do piloto, o acelerador automático permite que o TBM 940 seja operado no regime máximo de potência aprovado para o motor, proporcionando ótimo desempenho e eficiência do conjunto de propulsão.

A exibição de parâmetros do motor no painel também foi simplificada por meio de um mostrador inteligente, simples e intuitivo.

Daher TBM 940 [Divulgação]

Também introduzido no TBM 940 é a automação melhorada do sistema de degelo – outro pioneirismo na categoria de aeronaves do TBM. Quando o gelo ou acúmulo de gelo é detectado – e se o piloto não tomar nenhuma ação – o sistema é automaticamente ativado para fazer o degelo da fuselagem, para-brisas, propulsor e separador de partículas do motor. A mensagem do tipo CAS (Crew Alerting System, ou Sistema de Alerta da Tripulação), na cor âmbar, é mostrada no painel, avisando o piloto para o modo automático e reverter para o controle manual.

A proteção de degelo automática e o acelerador automatizado são inteiramente alinhados com a estratégia e-copilot da Daher, que se fundamenta de introdução de funcionalidade para elevar a segurança operacional da linha de produtos TBM.

Daher TBM 940 [Divulgação]

Dentro da cabine do TBM 940, com capacidade para seis ocupantes, incluindo piloto e co-piloto, a Daher incorporou melhorias de estilo e de ergonomia, tais como assentos redesenhados, isolamento térmico adicional nas paredes laterais, nova prateleira central com compartimentos laterais, tomada elétrica adicional de 115V no painel do assento traseiro direito, além de seis portas USB para os passageiros e outras três para os tripulantes.

Segundo a Daher, os aviões TBM combinam a flexibilidade interna de um automóvel SUV e o desempenho de um superesportivo. As acomodações para os ocupantes são configuradas em três pares de assentos, incluindo os de piloto e co-piloto. A última fileira pode ser removida em poucos minutos para aumentar o espaço de bagagens, que podem incluir equipamentos como esquis, tacos de golfe, bicicletas etc..

No mais, o TBM 940 mantém as especificações da série TBM 900, que já conta com mais de 267 aeronaves entregues. A fuselagem incorpora uma variedade de ligas de alumínio e de aço, titânio, bem como materiais compósitos.

As dimensões externas dos modelos TBM são de 12,33 m de envergadura principal e de 4,98 para a da cauda, 10,73 m de comprimento, 4,35 m de altura total e entre-eixos de 2,91 m. O peso total (vazio) é de 2.097 kg e o peso máximo de decolagem é de 3.354 kg, incluindo os 1.100 litros de capacidade de combustível.

Daher TBM 940 [Divulgação]

A propulsão é feita pelo motor turboélice Pratt & Whitney Canada PT6A-66D, com potência nominal de 850 shp (cavalo-vapor no eixo). De acordo com a Daher, a autonomia é de 3.204 km, e a velocidade máxima alcançada a 20.000 pés de altitude (8.534 m) é de 611 km/h.

Nas extremidades das asas principais, os winglets com altura de 61 cm reduzem o arrasto aerodinâmico – aumentando, com isso, a economia de combustível -, além de melhorar a manobrabilidade em baixas velocidades e em elevados ângulos de ataque.

Daher TBM 940 [Divulgação]

A Daher também disponibiliza aos proprietários e operadores o aplicativo para smartphones Me & My TBM (Eu e Meu TBM), baseado na nuvem. Por meio dele, é possível acessar dados coletados automaticamente durante cada fase do voo, permitindo aos pilotos melhorar a eficiência de operação do TBM, assegurar que esteja operando a aeronave nos mais altos padrões de segurança e otimizar o gerenciamento da manutenção.

A certificações do TBM 940 pelas agências de segurança aeronáutica da Europa e Estados Unidos estão previstas para o próximo mês de abril. As primeiras entregas devem acontecer logo em seguida.

Veja mais detalhes do novo TBM 940 no vídeo de apresentação: