Kawasaki Z900 2021 acelera em estilo e tecnologia

Supernaked de 125 cv traz visual “predador” ainda mais agressivo e novidades como luzes 100% de LED, tela de 4,3” e controle de tração com quatro modos de pilotagem

A Kawasaki abre hoje no mercado nacional a pré-venda para a renovada Z900, com preço promocional de R$ 45.990 (sem incluir o frete), em quantidade limitada, até o próximo dia 31; daí por diante, o modelo montado em Manaus sairá a partir de R$ 47.990 (mais o custo de transporte). Exibida em primeira mão ao público brasileiro no Salão Duas Rodas, em novembro passado, a supernaked mais potente da categoria de 900 cm³, com 125 cv, chega repleta de novidades e tecnologias inéditas. Entre elas, os controles de tração Ktrc (Kawasaki Traction Control) e de entrega de potência Power Mode, combinados por meio do Riding Mode, que oferece quatro modos de condução à escolha do piloto. Outra novidade na parte mecânica é que a transmissão de seis velocidades passa a contar com embreagem assistida deslizante, que evita o bloqueio da roda traseira durante reduções bruscas de marcha.

O chassi também recebeu melhorias, como as suspensões ajustáveis com garfo dianteiro invertido de 41 mm de diâmetro, os novos pneus Dunlop Sportmax Roadsport 2 e o sistema ABS incrementado com a tecnologia Kibs (Kawasaki Intelligent anti-lock Brake System, ou sistema inteligente antibloqueio de frenagem), que oferece extrema eficiência, especialmente em tocadas mais esportivas.

Kawasaki Z900 2021

O visual reestilizado, com as carenagens redesenhadas de forma minimalista, reforça o design no conceito Sugomi – que, segundo a marca japonesa, significa o espírito de um predador felino pronto para atacar -, definido pela parte traseira da moto mais alta do que a dianteira.

Fora isso, todo o sistema de iluminação agora é composto de LEDs (diodo emissor de luz) e o painel conta com a exclusiva tela TFT, de 4,3 polegadas (10,9 cm), com conexão sem fio via Bluetooth, permitindo conectar a Z900 ao smartphone e à internet.

Kawasaki Z900 2021

As várias atualizações no design da Z900 reforçam a atitude do visual Sugomi. Exemplo disso é o novo formato do farol, que insinua o olhar do predador. A reestilização das carenagens, aletas laterais e rabeta reforçam a personalidade e o porte da moto.

Kawasaki Z900 2021

Outra novidade é o acabamento na cor prata aplicado sobre tampa do tanque de combustível e nas proteções laterais da balança da suspensão traseira, que também estão mais compactas.

A Kawasaki Z900 2021 é oferecida com duas combinações de cores, ambas metálicas: pintura externa em cinza grafite com grafismos e chassi em verde, ou preta com detalhes em vermelho e quadro cinza.

Kawasaki Z900 2021

Acompanhando a reestilização do design, todo o conjunto de luzes da Z900 também foi atualizado, composto, agora, integralmente por LEDs (diodo emissor de luz), garantindo maior eficiência de iluminação.

Ao mesmo tempo, os faróis, luzes de rodagem diurna (DLR), iluminação da placa e os piscas 100% de LED, com superfície texturizada, agregam um novo estilo ao modelo. A lanterna manteve o já tradicional formato Z, característica da família das nakeds (peladas) daKawasaki.

Kawasaki Z900 2021

Algumas áreas do chassi passaram por revisão, como o reforço na área de articulação do braço da suspensão traseira, mas mantendo a fácil manobrabilidade da moto, apontada como um dos pontos fortes do modelo pelos proprietários, segundo a Kawasaki.

Na frente, as bengalas do garfo duplo invertido, de 120 mm de curso, e o monoamortecedor a gás traseiro, de 140 mm, foram reprojetados para corresponder ao novo quadro.

Kawasaki Z900 2021

Completando o pacote mecânico, o sistema de frenagem com ABS mantém a configuração de disco duplo na dianteira, com diâmetros de 300 mm, e disco único na traseira, de 250 mm.

Também contribuem para o elogiado desempenho da Z900, seja acelerando ou freando, os novos pneus Dunlop Sportmax Roadsport 2.

Kawasaki Z900 2021

Inalterada, a altura do assento de 795 mm até o piso permite que a maioria das pessoas apoie os dois pés no chão facilmente, característica que torna a Z900 acessível a uma ampla gama de perfis de motociclistas, sob o aspecto de ergonomia, com características físicas distintas, incluindo os iniciantes e o público feminino.

Kawasaki Z900 2021

O motor de 948 cm3, exatamente, quatro tempos, com quatro cilindros em linha, duplo comando de válvulas no cabeçote (Dohc) e refrigeração a líquido, entrega o torque de 10,1 kgf.m a 7.700 rpm e gera potência de 125 cv a 9.500 rpm – os maiores valores entre as 900.

Combinado com o leve chassi tubular de aço em treliça da Z900, formam um conjunto robusto e versátil, capaz de atender a diversas condições de uso na cidade, estrada ou no off-road.

Essa versatilidade fica ainda mais evidente com a nova embreagem assistida e deslizante, que permite desfrutar do controle e agilidade da nova Z900 ao máximo, sobretudo quando conduzida esportivamente. Fora isso, o novo sistema de escapamento passa a atender padrão Euro 5 de controle de emissões, ainda mais exigente, e delicia os ouvidos com o ronco mais grave e poderoso.

Kawasaki Z900 2021

A partir de agora, essa usina de força também passa a contar com algumas das principais tecnologias de gerenciamento eletrônico. Elas se concentram no avançado sistema de controle de tração Ktrc, que conta com três modos de atuação para cobrir uma ampla diversidade de condições, sempre buscando o melhor desempenho. O sistema analisa vários parâmetros para obter, em tempo real, uma imagem precisa das condições de pilotagem.

O modo “1” é o que oferece a menor interferência, atuando apenas em curvas, facilitando o controle da aceleração e aderência. No modo “2”, as interferências acontecem um pouco antes, com pequenas e eventuais correções feitas pelo sistema, combinando esportividade e casualidade na pilotagem, o que transmite maior sensação de previsibilidade e segurança ao piloto. Já no modo “3”, o mais atuante, reduz a potência do motor, automaticamente, ao detectar que a roda traseira começa a girar em falso, o que assegura a tração ideal e o controle da trajetória.

Este também é o modo indicado para uso em piso molhado, de cascalho ou outras condições de baixa aderência. Para os mais experientes, aá ainda a possibilidade de desativar todos esses recursos e explorar o poderio da supernaked de forma nua e pura.

Kawasaki Z900 2021

Outro recurso estreante é o de Modos de Potência, com opções Low (reduzida) e Full (Total), que permite ao piloto definir a entrega de força de acordo com preferências e condições. Com o mapa na posição Low, a saída de potência é limitada a aproximadamente 55% do total, enquanto no modo Full são liberados todos os 125 cv produzidos pelo motor.

A seleção reduzida também é a ideal para situações de baixa aderência, variando o nível de potência conforme as rotações do motor e a posição do acelerador, aumentando o controle sobre a moto.

Kawasaki Z900 2021

Os modos de pilotagem integrados – vinculados ao Ktrc e ao Modo de Potência – permite ao piloto definir com precisão o controle de tração e a entrega de força do motor para atender a cada situação de pilotagem. São quatro as configurações: Sport, Road, Rain ou Rider (manual); nessa última, os sistemas da moto podem ser ajustados de forma independente.

O modo Sport permite conduzir de forma mais intensa em roteiros sinuosos, garantindo a estabilidade e a tração necessárias. Já a posição Road propicia a condução mais confortável em várias situações, desde a cidade até a velocidade de cruzeiro em rodovias. Por fim, o modo Rain oferece enfatiza a segurança sobre o asfalto molhado ou em outras condições de baixa aderência. Todos os modos podem ser alterados mesmo durante a pilotagem, por meio do botão encontrado junto à manopla esquerda.

Kawasaki Z900 2021

O novo painel digital com tela colorida de cristal líquido (LCD), de 4,3 polegadas, apresenta tecnologia TFT (Thin-Film Transistor, ou transistor de película fina), para garantir o alto nível de visibilidade, além de oferecer recursos adicionais para a Z900 2021. A cor de fundo é selecionável (preto ou branco) e o brilho da tela é ajustado automaticamente para se adequar à luz ambiente, a partir de três opções definidas pelo piloto.

As funções do visor incluem: velocímetro e conta-giros digitais; mostrador de marcha utilizada; shift light (barra indicadora para as trocas de marcha); nível de combustível; hodômetros total e dois parciais; consumo de combustível instantâneo e previsão de autonomia na reserva; velocidade média; tempo total de viagem; relógio; temperatura do motor; voltagem da bateria; lembretes da agenda de manutenção e de troca de óleo; indicadores dos sistemas atuantes (Riding Mode, Ktrc, ABS); notificações de e-mail e de chamadas do smartphone; e indicador de modo ECO (economia de combustível), entre os principais.

Kawasaki Z900 2021

Ao mesmo tempo, a tecnologia Bluetooth disponível no painel da nova Z900 permite que o condutor conecte o smartphone à moto, sem o uso de cabos. Através do aplicativo Rideology, várias informações do painel podem ser visualizadas no aparelho celular, como nível de combustível; odômetro; cronograma de revisões e rota do GPS, entre outros. A tela TFT também indica quando uma chamada ou mensagem é recebida no smartphone. Fora isso, as configurações gerais de exibição do painel – como unidades preferidas (km ou milha, por exemplo), data, formato de data, entre outras – podem ser ajustadas pelo smartphone.

Durante a pilotagem, com o aplicativo ativado, o smartphone e a Z900 se mantém permanentemente conectados. E quando a ignição é desligada, os dados mais recentes sobre a moto são armazenadas pelo aplicativo e também podem ser visualizadas no celular, tais como a distância percorrida; tempo total de viagem; consumo de combustível médio; velocidade média; carga da bateria; agenda de revisão (configurado pelo concessionário Kawasaki); e lembrete de troca de óleo (programado pelo motociclista), entre as principais. A conexão também permite que o relógio do painel da moto seja atualizado pelo smartphone.

Kawasaki Z900 2021

E como ninguém compra uma 900 só para buscar pão, os Track Days (eventos com experiências de pilotagem em circuitos) vão ficar ainda mais empolgantes com o Rideology.

Isso porque o app também permite o acesso a dados similares aos de telemetria de equipes de competição, tais como velocidade, rotações do motor por marcha, curva de aceleração, frenagem e até mesmo de força G, entre outros, que servem de base para aprimorar os treinos e elevar o giro do bate papo após o dia de pista.

Veja mais detalhes da nova Kawasaki Z900 em ação:



Fonte: Kawasaki do Brasil I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação

ModeloKawasaki Z900 2021
OrigemBrasil
Preço sugeridoR$ 47.990
Garantia2 anos
Tipo Quadro do tipo Diamond (motor faz parte da estrutura)
Construção Estrutura tubular de aço em treliça
Comprimento 2.065 mm
Largura 825 mm
Altura 1.065 mm
Vão livre do solo 145 mm
Altura do assento 795 mm
Entreeixos 1.455 mm
Peso total (em ordem de marcha) 212 kg
Ocupantes2
BagageiroN/D
Tanque de combustível 17 litros
Tipo Combustão, gasolina, quatro cilindros em linha, arrefecido a líquido, quatro válvulas por cilindro, comando duplo no cabeçote (Dohc), injeção de combustível multiponto
Diâmetro x curso 73.4 x 56.0mm


Cilindrada 948 cm³
Taxa de compressão 11,8:1
Potência 125 cv / 9.500 rpm
Potência específica 131,8 cv/litro
Peso/potência1,69 kg/cv
Torque 10,1 kgf.m / 7.700 rpm
TipoPedal, multidisco banhada em óleo, acionamento hidráulico e sistema antideslizante
Marchas6
Transmissão finalCorrente
EquipamentosControle de Tração (Ktrc) com quatro modos de condução
DianteiraGarfo telescópico invertido (upside down), amortecedores telescópicos de 41 mm de diâmetro, curso de 120 mm, com amortecimento de retorno e pré-carga da mola ajustável
TraseiraBraço oscilante horizontal Back-link, monoamortecedor telescópico, curso de 140 mm, amortecimento de retorno e ajuste da pré-carga da mola
DianteiroDisco duplo de aço com 330 mm de diâmetro, pinças de quatro pistões
TraseiroDisco simples de aço com 250 mm de diâmetro, pinça de pistão simples
RodasAlumínio, aros de 17″ com cinco raios
Pneus 120/70 ZR17 (D) I 180/55 ZR17 (T)
Combustível Gasolina
Urbano (km/l)N/D
Rodoviário (km/l)N/D
Aceleração (0 a 100 km/h)N/D
Velocidade máxima N/D