Icgp: brasileiro Bob Keller acelera a Yamaha TZ 250L em Paul Ricard

Campeonato Internacional de Motos Clássicas chega ao circuito francês para a segunda etapa de 2019, em três categorias. Brasileiro é vice-líder da classe 250

Icgp: Bob Keller acelera sua Yamaha TZ 250L em Paul Ricard [Divulgação]

A segunda etapa do International Classic Grand Prix, o Icgp – ou campeonato mundial para motos clássicas de grande prêmio – acontecerá neste fim de semana no autódromo de Paul Ricard, na França.

E, pelo que foi visto na primeira prova, em Valência, na Espanha, disputada em março, os espectadores que comparecerem ao circuito francês terão muitas emoções nas categorias 350 e 250 – que tem como vice-líder o brasileiro Roberto Keller, o Bob -, além da experimental YC 250.

Stefan Tennstädt (Bakker Rotax) lidera a categoria 250 [Divulgação]

A lista de favoritos à vitória na 250 é encabeçada pelo líder do campeonato, o alemão Stefan Tennstädt, a bordo de uma Bakker Rotax, que obteve uma vitória e um segundo lugar na rodada dupla, em Valência.

O belga Yves Hecq (Armstrong), vencedor de uma das corridas da etapa espanhola, e o dinamarquês Leif Nielsen (Bartol), também são fortes candidatos ao topo do pódio.

Bob Keller e sua Yamaha TZ 250L [Divulgação]

Bob Keller, que ocupa a vice-liderança com o segundo e o terceiro lugares conquistados em Valencia, destaca a experiência desses três pilotos: “Todos são extremamente habilidosos e contam com boas motos. Quanto a mim, estou confiante em obter bons resultados. Reconstruímos o motor titular da minha moto e vou usar os treinos livres para avaliar seu funcionamento. Acho que vai dar tudo certo”, confia o piloto da Yamaha TZ 250L, número 21.

O francês Jean-Paul Lecointe, líder da 350 [Divulgação]

Na 350, o líder Jean-Paul Lecointe (vencedor do Icgp Brasil de 2016, realizado no autódromo de Goiânia) terá pelo menos quatro grandes adversários. Em Valência, ele precisou lutar muito com o sueco Peter Linden, um antigo participante do Mundial de Motovelocidade na categoria 500 cm³, para vencer as duas provas. Antony Hart, atual campeão do Icgp, terá uma etapa decisiva em Paul Ricard: na Espanha, ele sofreu uma queda quando liderava a primeira prova.

Como se não bastasse, dois nomes fortes estarão de volta em Paul Ricard: Mike Edwards e o ex-campeão do Icgp, Ian Simpson. Os três britânicos encaram Paul Ricard como uma etapa decisiva para suas chances de disputar o título, pelo fato de ainda não terem participado da atual temporada.

O britãnico Antony Hart, atual campeão da 350 [Divulgação]

A categoria experimental YC 250, aberta somente a motos Yamaha fabricadas entre 1985 e 1990, terá como atração a estreia do piloto francês de automobilismo Soheil Ayari, vencedor de duas provas da antiga Fórmula 3000 (categoria de acesso à Fórmula 1 entre 1985 e 2004) e ainda ativo em categorias GT. Em 1997, Ayari chegou a testar um carro de F1 da Williams.

Keller (à direita), conquistou dois pódios em Valência [Divulgação]

Bob Keller considera a etapa de Paul Ricard uma das melhores do campeonato. “É um circuito lendário, com ótimas instalações e um asfalto perfeito. No ano passado, ele foi recapeado para a Fórmula 1 e o piso ficou ainda melhor. O traçado é espetacular, com curvas abertas e de alta velocidade. Gosto muito de correr ali”, resume.

Confira os melhores momentos do Icgp em Paul Ricard, desde 2015: