Linha Honda CB 650 2023 traz versão naked com nova opção de cor

Além do modelo com design Neo Sports Café, família inclui esportiva CBR 650R, ambas nacionais, e é a porta de entrada para o segmento de quatro cilindros da marca




Linha Honda CB 650 2023 traz versão naked com nova opção de cor

A família 650 representa a porta de entrada no mundo das tetracilindricas da Honda. Apresentadas ao mercado brasileiro em 2019, tanto a naked (“pelada”) CB 650R, que traz o conceito de design Neo Sports Café, como a CBR 650R, com seu visual de pista que remete imediatamente à CBR 1000RR-R Fireblade, conciliam o desenho clássico e esportivo, ao mesmo tempo, com altas doses de modernidade e de tecnologia.

A principal novidade na linha 2023 é a cor verde fosco para a versão despojada CB 650R. Seu design mescla o conceito minimalista (onde menos é mais) com a agressividade do estilo café Racer. Por isso a adoção do “R” no nome do modelo, que identifica as esportivas da marca, no lugar do “F”, adotado normalmente nos modelos naked.

Honda CB 650R 2023 ganha a opção de cor inédita verde fosco

Tecnicamente, tanto a CB 650R como a CBR 650R chegam inalteradas. O motor compartilhado por elas é um tetracilindro em linha inclinado 30º à frente, com duplo comando de válvulas no cabeçote (Dohc), arrefecido a líquido. A potência máxima é de 88,4 cv a 11.500 rpm, enquanto o torque máximo alcança 6,13 kgf.m a 8.000 rpm.

O câmbio de seis marchas tem transmissão final por corrente, embreagem assistida deslizante (que evita o bloqueio da roda traseira em reduções bruscas e típicas de pilotagens esportivas.

A linha CB 650 também é equipada com o sistema de gerenciamento de torque Hstc (Honda Selectable Torque Control), que analisa a rotação das rodas por meio de sensores de velocidade e atua reduzindo a força do motor no caso de detectar perda de aderência em um dos pneus ou em ambos. 

Honda CBR 650R 2023

O chassi feito de aço, comum a ambas, tem secção tubular e desenho do tipo Diamond, ou seja, usa o motor como parte da estrutura da moto.

Também compartilhadas pelas duas versões, o sistema de suspensões usa, na frente, o conjunto Showa SFF (Separated Function Fork), com garfo telescópico invertido de 120 mm de curso, no qual cada um dos dois tubos (bengalas) possui função distinta, um como amortecedor de dupla ação e o outro de mola.

Honda CB 650R 2023

Atrás um conjunto monoshock (mola-amortecedor) tem balança assimétrica com amplitude de 128 mm e conta com regulagem de pré-carga da mola em sete posições.

O ajuste é feito pelo próprio piloto, de acordo com a preferência entre conforto na cidade e estabilidade na estrada, por exemplo, ou em função do peso a ser deslocado, variando de um a dois ocupantes com bagagens.

Honda CB 650R 2023

O sistema de freios ABS com dois canais tem, na dianteira, disco duplo do tipo flutuante com 310 mm de diâmetro e cálipers (pinças) de quatro pistões de fixação radial. Na traseira, o disco é simples, com 240 mm. As rodas de cinco raios duplos são montadas com pneus de medidas 120/70-ZR17, na frente, e 180/55-ZR17, atrás.

Honda CB 650R 2023

Os dois modelos são produzidos no Polo Industrial de Manaus (PIM) e estarão disponíveis em todas as concessionárias da marca a partir de dezembro. Os valores têm como base o Distrito Federal e não incluem despesas de frete e de seguro.

Agora oferecida em três cores – o inédito verde fosco, além da vermelho perolizado e cinza metálico – a Honda CB 650R terá preço público sugerido de R$ 51.100.

Honda CBR 650R 2023

Para a Honda CBR 650R, permanece sendo comercializada nas cores vermelho ou cinza fosco e preço público sugerido de R$ 53.790. Para ambas as versões, a garantia é de três anos, sem limite de quilometragem. 

Fonte: Moto Honda da Amazônia I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação




Sobre Universo Motor 1043 Artigos
Jornalista e editor de conteúdo