Google Maps ganha modo de navegação para motos

Rotas excluem vias em que veículos de duas rodas sejam proibidos de circular. Empresa também lançou função de alerta para quem usa táxi ou aplicativo

Google Maps ganha modo de navegação para motos

O Google anunciou novas ferramentas para o Google Maps. A primeira delas é o modo de navegação específico para rotas de motocicleta, já disponível para Android e iOS. Por meio da função “Moto”, o aplicativo passa a mostrar as opções de trajetos para os veículos de duas rodas e o tempo estimado de viagem – permitindo inclusive, compará-lo com as condições do caminho sugerido para os carros, no caso de o usuário contar com as duas opções de transporte, por exemplo.

Nos próximos dias, o app também vai receber a funcionalidade “Viajar com segurança”, que tem a avisar quando o motorista de serviços de transporte particular como táxis e aplicativos sai do percurso determinado.

Google Maps ganha modo de navegação para motos

Em entrevista para o portal G1, o gerente de produto do Google Maps, André Kowaltowski, afirmou que o aplicativo identificou uma demanda por informação por parte dos motociclistas. Por isso, o Google resolveu trazer um recurso especial para estes usuários. A Índia foi o primeiro país a adotar a navegação para motocicletas.

 “Os carros estão andando e as motos, às vezes, não podem ir à mesma velocidade. Têm algumas vias onde pode-se dirigir de carro, mas não de moto. Levando todas essas informações em conta, damos estimativas diferenciadas e rotas otimizadas de acordo com o trânsito e com suas restrições”, afirmou Kowaltowski.

Ainda de acordo com o executivo, as informações do aplicativo são fornecidas com base no comportamento dos usuários e em sistemas de inteligência artificial. “Mesmo sem saber o que aconteceu, fechamos aquele trecho e damos rotas alternativas. Em geral, algum usuário submete um incidente para a gente saber. Usamos muito a inteligência artificial para também irmos detectando problemas. À medida que a gente traça rotas, de acordo com a legislação local, isso também impacta na segurança”, detalha.

Na matéria publicada pelo G1, Kowaltowski também afirma que a ferramenta “Viajar com Segurança” foi pensada para quem utiliza o transporte de táxi e de aplicativos. Ela permite que o usuário seja avisado caso o veículo saia da rota determinada. “Você tem o conforto e a segurança de não precisar ficar prestando atenção e o Google Maps te ajuda a ficar mais seguro.”

Assim, depois de pesquisar o destino e selecionar a rota desejada, o passageiro pode habilitar a função “Viajar com Segurança” e “Alertas de desvio de trajeto”. Caso o motorista desvie mais de 500 metros da rota, o aplicativo envia uma notificação ao usuário, mostrando a localização do veículo em comparação ao trajeto estipulado anteriormente, detalha a reportagem.

O aplicativo também permite que a viagem seja compartilhada em tempo real com pessoas selecionadas pelo usuário, para que eles acompanhem a rota e possam tomar providências, se necessário. Esse recurso pode ser acionado no começo ou durante o trajeto, caso o motorista desvie do caminho.

Brasília – Motociclistas realizam passeio pelas ruas de Brasília como parte do encerramento do Capital Moto Week (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Google fez o anúncio das duas novidades em um evento realizado, em Santos, no litoral de São Paulo, que tem cerca de 30% da sua frota de veículos composta por motocicletas, de acordo com dados de 2018 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

A Baixada Santista é a região metropolitana com o maior número de veículos de duas rodas. Em São Paulo, 15% dos veículos são motocicletas.

Fontes: Techtudo e G1 I Imagens: Agência Brasil e Internet