Virgin Galactic inicia venda de ingressos para turismo espacial

A partir de agora, qualquer pessoa sem currículo militar ou de cientista poderá ter a experiência da gravidade zero – desde que possua uma fortuna à disposição, é claro

Virgin Galactic inicia venda de ingressos para o turismo espacial

Passados sete meses desde o primeiro voo de teste com tripulação completa na cabine da nave VSS Unity até a altitude de gravidade zero, a Virgin Galactic anunciou a abertura das vendas de passagens ao público em geral a partir desta semana, permitindo a qualquer pessoa o acesso aos voos até a fronteira entre a atmosfera terrestre e o infinito.

Os bilhetes incluem acesso à comunidade “Astronauta do Futuro” – planejada para trazer inspiração, emoção e aventura desde o momento da compra do ingresso até o voo espacial e muito mais. Os futuros astronautas desfrutarão das experiências, eventos e atividades de preparação enquanto aguardam o embarque para a jornada extraterrestre.

O fundador da Virgin Galactic, Richar Branson, experimentando a gravidade zero a bordo da USS Unity

O voo espacial, em si, é uma viagem de 90 minutos, incluindo um lançamento aéreo exclusivo e um impulso supersônico de Mach 3 – ou seja, a velocidade três vezes superior à propagação do som, o que significa 3.675 km/h. A espaçonave VSS Unity descreve suavemente um looping no espaço (giro em torno de si mesma), enquanto os astronautas, já fora dos seus assentos, desfrutam de vários minutos de ausência de gravidade e de visões da Terra de tirar o fôlego, através das 17 janelas da nave espacial, posicionadas inclusive no teto do veículo.

“Na Virgin Galactic, acreditamos que o espaço é transformador”, disse o presidente executivo da Virgin Galactic, Michael Colglazier. “Planejamos ter nossos primeiros mil clientes a bordo no início do serviço comercial, ainda este ano, fornecendo uma base incrivelmente forte à medida que começamos as operações regulares e dimensionamos nossa frota.”

Ao retornar dessa experiência transformadora, afirma a empresa, os novos astronautas começarão uma vivência significativa para criar um impacto positivo, a partir da perspectiva que só quem observou nosso belo planeta lá do espaço pode ter. Veja como é a jornada completa a bordo de um voo da Virgin Galactic:

No entanto, confirmar com os próprios olhos que a Terra é azul e ter a experiência de levitar fora dos domínios da sua força gravitacional cabe no bolso de poucos. Para embarcar na aventura espacial da Virgin Galactic, o futuro astronauta terá de desembolsar a considerável fortuna de US$ 450 mil, ou pouco mais de R$ 2,8 milhões, traduzindo para a nossa moeda, na cotação de hoje.

Após o adiantamento equivalente a um terço desse valor (R$ 769.500) para confirmar o assento, os clientes terão de depositar o restante da fatura antes do embarque. E, assim, caso você ainda mantenha o interesse em se tornar astronauta por um dia, basta acessar o site da Virgin Galactic e dar início à reserva.

Spaceport America, base de lançamentos da Virgin Galactic, no Novo México

Os voos espaciais da Virgin Galactic são lançados da base Spaceport America, instalada em Las Cruces, no deserto do Novo México, Estados Unidos. Começando com vários dias de atividades de preparação para voos espaciais, os futuros astronautas ficarão com seus convidados em acomodações personalizadas no local

Os hóspedes poderão desfrutar de itinerários sob medida e comodidades de classe mundial, enquanto os astronautas estão ocupados com seus programas de treinamento.

VSS Unity é lançada em voo a partir da asa central da nave-mãe VMS Eve

Para marcar o lançamento das vendas públicas, a Virgin Galactic revelou uma nova logomarca, que, segundo ela, foi projetada para capturar o amor, a maravilha e o temor da experiência de ver a Terra do espaço – e inspirar gerações de futuros astronautas ao redor do mundo.

A nova identidade da marca apresenta a espaçonave – a própria definição de excelência em engenharia, na visão da empresa -, e um ícone exclusivo da experiência de voo espacial.

Novo logo criado especialmente para a fase comercial dos voos espaciais

“Desenvolvemos um processo de vendas atraente e eficaz para apoiar o crescimento de nossos negócios comerciais”, disse Blair Rich, presidente-executivo e chefe de operações comerciais e de consumo. “Uma linha espacial global e comercial exige uma marca icônica e atemporal. É importante que nossa marca represente nossa oferta dinâmica de clientes e fale da nossa experiência, estilo e serviço únicos”, concluiu o representante da Virgin Galactic.

Fonte: Virgin Galactic I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação