HondaJet 2600 terá a maior autonomia entre os médios

Novo conceito da fabricante japonesa acomodará até 11 ocupantes e poderá cruzar qualquer distância dentro dos EUA ou do Brasil (ou ir daqui pra lá), sem escala

A Honda Aircraft Company revelou seu plano de voo para os próximos anos, que tem como horizonte o segmento de jatos executivos médios. Anunciado como a próxima geração do seu atual bimotor executivo compacto, o HondaJet, a subsidiária da marca japonesa apresentou uma maquete do HondaJet 2600 Concept, em um evento promovido pela Business Aviation Convention and Exhibition (NBAA-BACE) – ou Convenção e Exposição de Aviação Executiva, da Associação Nacional de Aviação Executiva, traduzindo para o português -, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

As principais diferenças entre ambos são a maior capacidade para ocupantes e a autonomia de voo quase duplicada oferecidas pelo novo modelo. O projeto do HondaJet 2600 Concept tem o objetivo de proporcionar eficiência de combustível incomparável e, segundo a Honda Aircraft, será o primeiro jato leve do mundo capaz de realizar voos transcontinentais sem escalas dentro do território estado-unidense.

Para isso, o HondaJet 2600 Concept contará com refinamentos adicionais sobre as tecnologias básicas herdadas do atual jato bimotor compacto, incluindo a típica configuração de motores montados sobre as asas (Over-The-Wing Engine Mount | Otwem), o fluxo laminar natural (NLF) no nariz e em toda a envergadura, e, ainda, a fuselagem produzida com materiais compostos de fibra de carbono – características que trouxeram avanços aeronáuticos significativos, especialmente em relação à economia de combustível.

Ao apresentar o HondaJet 2600 Concept na NBAA 2021, o presidente executivo da Honda Aircraft Company, Michimasa Fujino, declarou: “Nos últimos cinco anos, apresentamos o HondaJet Elite e, em seguida, o Elite S, para aprimorar ainda mais o design original do HondaJet. Agora, com o HondaJet 2600 Concept, que permite um voo transcontinental eficiente, um novo nível de conforto e capacidade da cabine e reduz drasticamente as emissões de CO2, estamos introduzindo uma nova geração de jatos executivos.”

Lado a lado: projeção compara os tamanhos do HondaJet atual (esq.) e do novo HondaJet 2600

O HondaJet 2600 contará com alta velocidade de cruzeiro, de 833 km/h (450 nós) e o maior teto de voo da sua categoria, com altitude máxima de 14.325 m (47.000 pés).

Suas emissões de carbono serão drasticamente reduzidas, devido à eficiência energética até 20% maior, quando comparado aos jatos leves convencionais, ou de até 40% a mais em relação a um jato de tamanho médio, durante um voo típico.

A previsão da Honda Aircraft em relação à autonomia é de que seu primeiro modelo executivo médio cubra a distância de 4.861,5 (2.625 milhas náuticas), sendo o primeiro jato leve do mundo capaz de realizar voos transcontinentais sem escalas dentro dos Estados Unidos.

HondaJet 2600 Concept

Esta capacidade também seria suficiente para ir de qualquer ponto a outro dentro do território do território brasileiro, que tem distâncias de 4.394 km, de norte a sul, e de 4.319 km, de leste a oeste.

O alcance do novo HondaJet 2600 também permitiria um voo sem escalas entre Manaus, no norte do Brasil, e Miami ou Orlando, na Flórida, dois dos destinos preferidos pelos brasileiros nos Estados Unidos.

HondaJet 2600 Concept

A aeronave vai oferecer capacidade máxima para 11 ocupantes – dois a mais do no HondaJet Elite S, a versão mais recente do modelo em operação. Internamente, a nova aeronave terá cabine silenciosa e espaçosa, líder de classe em termos de tranquilidade, segundo a fabricante, ideal para viagens de longo alcance.

Boa parte deste conforto vem do nível de vibração bastante reduzido em comparação aos jatos leves convencionais, devido à configuração dos motores sobre as asas (Otwen).

Modelo vai oferecer três opções de configuração da cabine

Melhor ainda, o novo HondaJet 2600 também apresenta espaço significativamente maior para os passageiros, com a altura mais elevada da cabine.

A arquitetura interna modular altamente personalizável vai oferecer três opções de configuração: Dual Club (para oito ocupantes, mais piloto e co-piloto); Executive (6+2); e Divan (4+2), com a inclusão de um sofá de três lugares, em uma das laterais.

Compartimento de serviço oferece amplo volume útil para bagagens e cargas

O conforto para os ocupantes também é resultado da pressurização diferenciada da cabine, com altitude 1.939 m (de 6.363 pés) mesmo em voos ao nível máximo de operação da aeronave (14.325 m).

O novo HondaJet 2600 oferecerá generoso espaço para bagagens e carga, graças ao amplo compartimento de serviço com volume total de 3,39 m³.

HondaJet 2600 poderá ser comandado por apenas um piloto

Outra novidade é que o HondaJet 2600 será primeiro jato transcontinental projetado para operação de piloto solo. O projeto de sua avançada cabine incorpora tecnologias inovadoras como eletrificação e sistemas automatizados, incluindo autothrottle e autobrake, (respectivamente, acelerador e freio automáticos), entre outros.

Estes recursos elevam a segurança operacional, pelo fato de reduzirem a carga de trabalho do piloto, por meio de uma interação intuitiva de alta tecnologia.

A HondaJet Aircraft, que tem sua única fábrica instalada na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, ainda não informou qual a previsão de prazo para a entrada em operação do novo modelo, nem dos preços.

Fonte: HondaJet Aircraft I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação