Embraer lança empresa dedicada ao futuro da mobilidade aérea urbana

A Eve tem entre suas missões as de desenvolver o “táxi voador” projetado pela EmbraerX, subsidiária da fabricante brasileira, e a gestão do tráfego nas cidades

Embraer lança empresa dedicada ao futuro da mobilidade aérea urbana

A Empresa Brasileira de Aeronáutica – Embraer – anunciou ontem (15) a criação da Eve Urban Air Mobility Solutions, Inc., empresa independente voltada a desenvolver o ecossistema da Mobilidade Aérea Urbana (UAM, na sigla em inglês). A informação foi divulgada ontem, na cidade de Melbourne, na região da Costa Espacial da Flórida, nos Estados Unidos, onde está localizada a sede da EmbraerX, uma subsidiária da Embraer voltada ao desenvolvimento de negócios de tecnologias inovadoras, integrada à engenharia da companhia no Brasil.

Conforme o comunicado divulgado pela fabricante brasileira, a Eve está desenvolvendo um portfólio completo de soluções para preparar o mercado de UAM, incluindo o desenvolvimento e certificação do veículo elétrico de decolagem e pouso vertical (eVTOL) da EmbraerX, revelado em 2018 – um dos diversos modelos para a futura mobilidade urbana que estão sendo desenvolvidos ao redor do mundo, também chamados de “táxis voadores”. Além disso, a nova empresa se dedicará à criação de uma abrangente rede de suporte e serviços associados e das soluções de gestão de tráfego aéreo urbano. André Stein, responsável pela estratégia da EmbraerX, foi nomeado CEO da Eve.

EmbraerX eVtol

Ainda de acordo com a Embraer, a Eve se beneficiará de maior foco, velocidade e agilidade, permitindo que a empresa inove e execute em um ritmo acelerado de forma a melhor aproveitar as oportunidades globais de UAM. Após ser incubada por quase quatro anos dentro da EmbraerX, chegou-se à conclusão de que a Eve está pronta para entrar no mercado, de forma independente.

“Valorizamos o enorme potencial da UAM, pois representa um novo segmento de negócios no qual prevemos grandes oportunidades para a Embraer. Inovação e diversificação são pilares do novo plano estratégico da empresa, que aumentará a receita e a rentabilidade nos próximos anos”, disse Francisco Gomes Neto, Presidente e CEO da Embraer.

“Por isso, é uma grande satisfação anunciar a Eve, a primeira empresa formada a partir da EmbraerX. A Eve está preparada para conceber a nova fronteira no transporte com aeronaves inteligentes, ambientalmente amigáveis e autônomas, o amplo suporte associado e soluções de gerenciamento de tráfego aéreo urbano”.

EmbraerX eVtol

Como parte da iniciativa da empresa para acelerar a revolução da mobilidade aérea urbana, a EmbraerX faz parte do projeto Uber Elevate desde o seu início, em 2017, que é o programa da empresa de aplicativo voltado à criação de um ecossistema global de compartilhamento de transporte aéreo, previsto para entrar em operação dentro de três anos.

“O lançamento da Eve é um avanço importante na comercialização dos projetos eVTOL da Embraer, ao mesmo tempo em que se baseia na sua capacidade de projetar, certificar e entregar aeronaves seguras e globalmente aceitas. Esperamos continuar nossa parceria para tornar o compartilhamento de viagens aéreas uma realidade”, disse Eric Allison, chefe do projeto do Uber Elevate.

EmbraerX eVtol

A Eve nasce beneficiando-se da mentalidade de startup (como são chamadas as empresas dedicadas à pesquisa e desenvolvimento de inovações tecnológicas), mas apoiada na história de mais de 50 anos de experiência aeroespacial da Embraer, apresentando uma proposta de mercado única e valiosa.

Ainda de acordo com a Embraer, o projeto eVTOL da Eve, centrado no ser humano, representa o desenvolvimento de um produto real e certificável, conforme evidenciado pelo primeiro voo do simulador de engenharia em julho deste ano.

EmbraerX eVtol

A empresa também se apoiará na experiência da Atech – outra subsidiária do Grupo Embraer, voltada ao fornecimento de programas de computador (softwares) dedicados à gestão de tráfego aéreo mundialmente reconhecidos -, para criar as soluções que ajudarão a dimensionar com segurança a indústria de UAM daqui por diante.

Fonte: Embraer I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação