Novo Ford Mustang Mach 1 está pronto para acelerar!

Pouco mais de 50 anos após o lançamento da versão original, modelo ressurge com seu design exclusivo, aerodinâmica superdimensionada e motor V8 5.0 de quase 500 cv

Novo Ford Mustang Mach 1 está pronto

A Ford apresentou nos Estados Unidos a versão final do novo Mustang Mach 1, edição especial limitada do cupê fastback que voltará a ser vendida na América do Norte no segundo trimestre de 2021, após 17 anos fora de catálogo. O novo Mach 1 chega poucos meses depois de o modelo original completar seu 50º aniversário de lançamento, completados no ano passado.

Assim como a primeira geração, de 1969, o novo Mach 1 faz uma ponte entre os modelos Mustang GT e Shelby, passando a ocupar o posto de versão equipada com motor V8 5.0 mais preparada para as pistas de todos os tempos, segundo a Ford.

Ford Mustang Mach 1 2021

Além dos quase 500 cavalos de potência sob o capô, o novo Mach 1 traz nova frente e peças da Ford Performance emprestadas dos Mustang Shelby GT350 e GT500, bem como o pacote especial de dirigibilidade Handling, que inclui aprimoramentos na aerodinâmica, na suspensão e no cockpit, atribuindo ao novo modelo um visual exclusivo.

No final do ano passado, a Ford também lançou a primeira versão elétrica do seu muscle car, o Mustang Mach-E, transformado em SUV (Sport Utility Vehicle), e, mais recentemente, foi a vez da marca apresentar o Mustang Cobra Jet 1400, uma configuração inédita de dragster do modelo, também com propulsão 100% a eletricidade .

Ford Mustang Mach 1 1969 e Mach 1 2021

O design dianteiro do novo Mach 1 é exclusivo. A grade frontal remete ao original, com recorte em formato de nariz de tubarão e o emblema do cavalo no centro. O novo divisor melhora o desempenho na pista e cria uma aparência mais agressiva, trabalhando em conjunto com o spoiler traseiro para trazer o equilíbrio dinâmico ideal.

Equipado com o pacote Performance Nível 1, o Mach 1 tem downforce (a pressão do ar sobre o veículo, que aumenta sua aderência sobre o piso) na ordem de 22% maior que o Mustang GT; já com o pacote Handling, a diferença chega perto de 150%.

Ford Mustang Mach 1 2021

Para melhorar a resistência na pista, foram adicionados dois trocadores de calor laterais – um para resfriar o óleo do motor e outro para o óleo de transmissão –, além do sistema de refrigeração do eixo traseiro e do difusor inferior do Shelby GT500.

O novo defletor dianteiro sob o assoalho (atualização aerodinâmica mais importante do modelo), se estende 50 cm para trás do que o Mustang GT equipado com o pacote Performance, aumentando o fluxo de ar embaixo do carro. Suas lâminas inferiores aumentam a força descendente e, ainda, auxiliam no resfriamento dos freios.

Ford Mustang Mach 1 2021 “Handling”

As novas rodas de alumínio, de 19×9,5”, na frente, e de 19×10”, na traseira, pintadas na cor preta, são uma versão moderna das clássicas rodas estilo Magnum 500.

O pacote Handling – disponível exclusivamente com a transmissão manual Tremec 3160 de seis velocidades – inclui rodas de 19×10,5” e 19×11”, respectivamente, e difusor dianteiro com maior downforce.

Ford Mustang Mach 1 2021

As opções de cores da carroceria são cinza Fighter Jet, prata Iconic, preto Shadow, branco Oxford, azul Velocity, laranja Twister, vermelho Race e amarelo Grabber, com faixas laterais e no capô em preto fosco, realçadas por listras em vermelho, branco e laranja.

Detalhes decorativos em cinza e preto fosco distribuídos por toda a carroceria criam um visual sofisticado para o novo Mach 1.

Ford Mustang Mach 1 2021

O interior predominantemente na cor preta tem painel de instrumentos exclusivo com detalhes em alumínio e um emblema entalhado com o número do chassi do veículo.

Os bancos revestidos de couro preto trazem uma faixa laranja constrastante, característica herdada do Mach 1 original.

Ford Mustang Mach 1 2021

Equipado com motor V8 5.0 especialmente calibrado com mais de 480 cv de potência a 7.000 rpm e 58 kgfm de torque a 4.600 rpm, o Mach 1 faz uma justa homenagem ao modelo nascido há mais de 50 anos.

Seu motor usa componentes revisados do Shelby GT350, como o coletor de admissão e o radiador de óleo do motor com capacidade 50% maior de refrigeração.

Ford Mustang Mach 1 2021

A nova versão do Mach 1 incorpora décadas de aprendizado da Ford Performance, incluindo a transmissão manual Tremec 3160 de seis velocidades do Shelby GT350. Pela primeira vez a Ford equipou a transmissão com o “rev-matching” (que eleva automaticamente as rotações do motor antes de cada redução de marcha, tornando as trocas mais suaves), usando também o radiador de óleo do GT350 e a embreagem de disco duplo e câmbio com relações mais curtas do Mustang GT.

Será oferecida, ainda, a opção da transmissão automática SelectShift, de dez velocidades, com conversor de torque atualizado e calibração exclusiva para maior desempenho. Neste caso, um segundo resfriador a ar do óleo aumenta em 75% a capacidade de arrefecimento.

Ford Mustang Mach 1 2021

Para melhorar a dirigibilidade, o Mach 1 traz também uma nova calibração da suspensão MagneRide; direção elétrica com eixo mais rígido e nova calibração; barras estabilizadoras e molas dianteiras mais rígidas; servo-freio do Mustang GT equipado com o kit “Performance nível 2”; pneus Michelin PS4; e subchassi traseiro com buchas reforçadas.

Ford Mustang Mach 1 1969

Criado em 1969, com inspiração no feito de Chuck Yeager – piloto de testes da força aérea dos Estados Unidos que, em 1947, a bordo do avião a jato experimental X1, foi o primeiro homem a superar a barreira do som de 1.235 km/h, chamada de “Mach 1” no dialeto aeronáutico – a versão especial do Mustang quebrou 295 recordes de velocidade e de resistência nas pistas. 

Ford Mustang Mach 1 1969 e Mach 1 2021

Para Jim Farley, diretor de Operações da Ford, nunca houve um momento melhor para trazer de volta o Mach 1 e torná-lo global. “Estilo marcante, grande aceleração e velocidade – o Mach 1 tem tudo”, entusiasmou-se o executivo. “Este é um daqueles Mustangs especiais que realmente colocam um sorriso em seus proprietários, entusiastas e fãs – incluindo eu.”

E, depois de assistir ao vídeo de apresentação divulgado pela marca, pode-se dizer que Farley tem toda a razão. Confira:

Fonte: Ford do Brasil I Edição I Fábio Ometto I Imagens: Divulgação