Renault Sandero GT Line 2021 ganha as ruas

Opção esportiva de entrada traz aerofólio traseiro, adesivos decorativos e bancos exclusivos, entre outros itens. Motorização é a mesma 1.0, de 82 cv, ou 1.6, de 118 cv

Renault Sandero GT Line 2021 ganha as ruas

A linha Renault Sandero, renovada no ano passado, passa a oferecer ao consumidor brasileiro uma nova opção de acabamento, a GT Line, voltada para quem curte veículos com visual esportivo, mas não tem interesse em pagar mais (ao menos por enquanto) para contar com o desempenho diferenciadamente elevado.

Sendo assim, o novo Sandero GT Line tem a aparência assinada pela Renault Sport (responsável pela área de competições e de modelos esportivos da marca)  e é oferecido com duas opções de motorização flexível: 1.0 SCe, de 82 cv, com câmbio manual de cinco marchas; e 1.6 SCe, de 118 cv, combinada à transmissão variável CVT X-Tronic, de seis velocidades.

Renault Sandero GT Line 2021

A opção GT Line 1.0 tem preço básico sugerido de R$ 57.390 e, por mais R$ 900, inclui o pacote de opcionais com rodas de liga leve de 16” e bancos exclusivos. Completo desde a linha de montagem, o GT Line 1.6 sai por R$ 73.290.

A nova configuração GT Line se junta às outras quatro já oferecidas para o hatchback compacto da Renault: Life, Zen, Intense e a topo de linha R.S., com apelo genuinamente esportivo (confira a tabela no final do texto).

Renault Sandero GT Line 2021

Logo à primeira vista é fácil perceber os atributos que diferenciam a nova GT Line de sua configuração de base, a Zen. Visto de frente, as mudanças são notadas pela presença dos faróis de neblina, na base do para-choque, e na pintura dos retrovisores externos na cor cinza.

Renault Sandero GT Line 2021

Na parte traseira, o apelo esportivo é dado pelo aerofólio sobre a tampa do porta-malas, pelas lanternas traseiras com lentes escurecidas (máscara negra), além do detalhe na cor prata sob o para-choque, que simula uma chapa metálica de proteção (skid plate), reforçando a imagem de robustez do modelo.

Renault Sandero GT Line 2021

Por dentro, o toque esportivo fica por conta do volante revestido de couro e dos bancos exclusivos, com nova padronagem de tecido e a identidade visual da Renault Sport bordada nos apoios de cabeça; para o GT Line 1.0 esses bancos oferecidos como item opcional.

Renault Sandero GT Line 2021

Para complementar a decoração interna, o painel de instrumentos e as saídas de ventilação trazem detalhes de acabamento na cor azul.

A lista de equipamentos do GT Line 1.0 traz todos os itens da versão Zen, entre eles quatro airbags; ar-condicionado; direção com assistência eletro-hidráulica; vidros dianteiros e travas das portas com acionamento elétrico.

Renault Sandero GT Line 2021

Também está incluído o sistema multimídia com tela tátil de 7 polegadas, compatível com as plataformas Android Auto e Apple Carplay.

A versão 1.6 CVT X-Tronic vem todos esses itens, mais as novas rodas de liga leve com aro de 16” e os comandos elétricos para os vidros traseiros e retrovisores externos.

Renault Sandero GT Line 2021

O motor flexível 1.0 SCe, de três cilindros e 999 cm³ de capacidade, gera dois cavalos a mais de potência do que o antigo quatro cilindros, seja qual for o combustível. Abastecido com etanol, ele desenvolve 82 cv a 6.300 rpm, ao passo que, com gasolina, a potência é de 79 cv, na mesma rotação.

Em relação ao torque, o 1.0 SCe oferece 10,5 kgf.m, com etanol, ou 10,2 kgf.m, a gasolina, ambos a 3.500 rpm, sendo que 90% desses totais já são disponíveis desde as 2.000 rpm, graças ao duplo comando de válvulas variável – um número 15% superior ao do antigo 1.0.

Renault Sandero GT Line 2021

Na prática, segundo a Renault, esses números garantem maior agilidade e segurança nas ultrapassagens. De acordo com os dados de fábrica, o Sandero 1.0 acelera de zero a 100 km/h em 13,2 segundos e sua velocidade máxima é de 163 km/h, ambos com etanol.

Fora isso, destaca a marca, o hatch é o único do segmento a superar os 14 km/l no consumo de combustível, rodando até 14,1 km/l, na cidade, e 14,2 km/l na estrada, com gasolina.

Renault Sandero GT Line 2021

Por sua vez, o motor 1.6 SCe, de quatro cilindros e 1.597 cm³, desenvolve 118 cv, com etanol, e 98 cv, com gasolina, ambos a 5.500 rpm. O torque máximo é de 16 kgf.m a 4.000 rpm, seja qual for o combustível. Combinado à transmissão X-Tronic, ele é capaz de levar o Sandero de zero a 100 km/h em 11s e a atingir a máxima de 177 km/h.

Também segundo a Renault, as médias de consumo são de 11,8 km/l, no urbano, e de 12,8 km/l, no rodoviário, se abastecido com gasolina, e de 8,1 e 8,8 km/l, respectivamente, com o combustível vegetal.

Confira a linha completa do Renault Sandero 2021:

ConfiguraçãoTransmissãoPreço básico
Life 1.0Manual, 5 marchasR$ 52.090
Zen 1.0Manual, 5 marchas R$ 55.090
Zen 1.6Manual, 5 marchas R$ 61.990
Zen 1.6 CVTAutomática, 6 marchasR$ 70.590
Intense 1.6 CVTAutomática, 6 marchasR$ 72.590
GT Line 1.0Manual, 5 marchas R$ 57.390
GT Line 1.6 CVTAutomática, 6 marchasR$ 73.290
R.S. 2.0Manual, 6 marchasR$ 74.890

Fonte: Renault do Brasil I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação