Scania entrega primeiros caminhões movidos a GNV/biometano do Brasil

As quatro unidades do R 410 6x2 têm motores desenvolvidos especificamente para os combustíveis alternativos e podem reduzir em até 90% as emissões de CO2

Scania entrega primeiros caminhões movidos a GNV/biometano do Brasil

A indústria automobilística nacional registra nesta quinta-feira (28) mais um marco em sua história com a entrega dos primeiros caminhões movidos a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano. A Scania repassou quatro unidades do modelo R 410 6×2, duas adquiridas pela transportadora RN Express – que comprou o primeiro veículo durante a Fenatran 2019 -, e as outras para a Jomed LOG.

Os inéditos caminhões pesados da Scania movidos a gás natural veicular (GNV) ou gás natural liquefeito (GNL) têm motor de 12,7 litros, com 410 cavalos de potência e são vocacionados para médias e longas distâncias. Ao contrário do que se pode pensar, os motores não são convertidos do diesel para o gás. Eles seguem o conceito do Ciclo Otto, o mesmo utilizado nos automóveis convencionais – ou seja, têm a combustão interna provocada por velas de ignição. A tecnologia permite que os caminhões rodem totalmente a gás (natural ou liquefeito) ou biometano, ou, ainda, com mistura de ambos.

Modelo Scania R 410 6×2 pode rodar com GNV, biometano ou com a mistura ambos

Segundo a Scania, o desempenho consistente e a força desse motor são semelhantes ao do caminhão a diesel, porém com a vantajosa redução
de até 15% nas emissões de CO2 (dióxido de carbono), se abastecido com GNV, e de até 90%, se o combustível for o biometano. Fora isso, eles são 20% mais silenciosos.

A configuração de tração 6×2 é ideal para atuar no transporte de médias e longas distâncias. O modelo R 410 adquirido pela RN Logística e será aplicado na rota entre São Paulo e Rio de Janeiro para o transporte de cosméticos.

Scania R410 movido a gás

A fabricante sueca destaca que o R 410 está equipado com as mais modernas tecnologias do mercado presentes na Nova Geração da Scania, que permite acompanhamento em tempo real tanto do veículo como da forma de condução, individualmente, o que oferece uma solução inteligente para a gestão da frota e controle dos custos operacionais.

Fabricante sueca apresentou o modelo movido a gás na Fenatran 2019

A empresa informou também que a rede de concessionárias está sendo preparada para dar todo o apoio aos caminhões a gás. Dentre os itens obrigatórios estão boxes, ferramentas e check-lists especiais, que serão implementados ao longo dos próximos meses.

Fonte: Scania do Brasil I Edição: Fábio Ometto I Imagens: Divulgação