Novos Mercedes-Benz GLC chegam ao Brasil em versões SUV e Coupé

Crossovers médios trazem o design “sensual purity”, inéditos motores turbo a diesel e gasolina, além de estrear a central Mbux neste segmento da marca

Novos Mercedes-Benz GLC chegam ao Brasil em versões SUV e cupê

Apresentada no primeiro semestre deste ano e disponível no mercado europeu desde abril, a família de crossovers médios Mercedes-Benz GLC – que agora desembarca nas concessionárias brasileiras – é formada por duas versões. A primeira é a GLC 220 d, um SUV com o tradicional formato quadradão de camioneta (não confundir com “camionete” ou “caminhonete”, sinônimos de “picape”), disponível em duas configurações de acabamento – Off-Road e Enduro -, ambas com motor a diesel de 194 cv, e preços de R$ 294.900 e R$ 329.900, respectivamente.

O outro integrante do clã é o GLC 300 Coupé. Como sugerido, essa versão adota a silhueta com a coluna traseira mais inclinada e linhas sinuosas, e é impelida por um engenho de quatro cilindros a gasolina, de 258 cv. Nivelada no topo da gama, a opção cupê é oferecida pelo valor de R$ 362.900.

Mercedes-Benz GLC SUV e GLC 300 Coupé

Ambas as versões – SUV e cupê – são equipadas com a central multimídia Mbux (Mercedes-Benz User Experience), disponível pela primeira vez nos utilitários esportivos da marca.

A terceira geração do GLC ganhou elementos que reforçam seu caráter esportivo no interior e no exterior do veículo, que agregou linhas mais agressivas e a sensação de maior robustez ao modelo. A linguagem de design segue a filosofia “sensual purity” da família, que, segundo a marca, e ressalta a interação entre estética, agilidade e inteligência.

Fora isso, nas duas versões de carroceria, o modelo apresenta acabamentos com elementos cromados de um parachoque a outro, e estética fora-de-estrada evidenciada pelos vincos bem marcados e superfícies robustas.

Mercedes-Benz GLC 220 d 2020

O motor a diesel OM 654 que passa a impulsionar nova geração do GLC 220 d foi lançado em 2016 e fez sua estreia debaixo do capô do luxuoso sedã Classe E. Construído inteiramente em alumínio (bloco e cabeçote), ele apresenta a arquitetura com quatro cilindros em linha, 1.950 cm³ de cilindrada, 16 válvulas e sistema de alimentação com injeção direta de combustível e turbocompressor simples.

Desenvolvido para equipar as linhas de automóveis e de furgões e vans da Mercedes, traz os principais componentes do conjunto de escapamento montados logo acima do cabeçote, além de um duplo sistema de catalizadores para os gases de exaustão, tudo isso para reduzir as emissões de poluentes. Fora isso, as câmaras de combustão incluem a tecnologia Nanoslide, um revestimento interno de aço-carbono que reduz o atrito para os anéis dos pistões, resultando em maior desempenho e economia de combustível, o que também contribui para baixar as emissões.     

Mercedes-Benz GLC 220 d 2020

Na especificação 220 d que equipa os novos Off-road e Enduro no Brasil, o OM 654 rende a potência máxima de 194 cv a 3.800 rpm, enquanto o pico de torque é alcançado na faixa de giros que vai de 1.600 a 2.400 rpm.

Acoplado à transmissão automática 9G-Tronic, de nove velocidades, ele permite ao GLC 220 d acelerar de zero a 100 km em apenas 7,9 segundos e atingir a velocidade máxima de 215 km/h, limitada eletronicamente.

Mercedes-Benz GLC 220 d 2020

Como esperado, o interior do novo Mercedes-Benz GLC 220 d caracteriza-se pelos materiais de alto padrão e acabamento refinado. O revestimento tem acabamento na cor preta e o console central apresenta elementos de acabamento sofisticado. As duas configurações já contam com a nova geração de volante multifuncional esportivo em couro com controle por toque.

Agora mais conectado, o novo GLC estreia a tecnologia Mbux na família de utilitários esportivos da marca. Exclusivo da Mercedes, o Mbux utiliza uma tela tátil de 10,25 polegadas, com controle por meio de toques no display, de botões no painel ou por meio de botões do volante multifuncional.

Mercedes-Benz GLC 220 d 2020

Outros recursos incorporados pelo Mbux são o espelhamento de smartphones (compatível com Apple CarPlay e Android Auto), a função “hands-free” (mãos livres), que permite atender o telefone por meio do sistema de áudio (conectados via Bluetooth), e câmera de ré com imagem projetada na tela multimídia.

Já a versão Enduro, vem equipada com câmera 360°, frisos com a inscrição “Mercedes-Benz” iluminados, acabamento interno em madeira preta fosca e sistema de áudio Burmester.

Mercedes-Benz GLC 220 d 2020

O novo Mercedes-Benz GLC 220 d também traz a tecnologia Keyless-go, que permite ao condutor acionar o start/stop para dar a partida no motor sem utilização da chave, a partir da simples aproximação do controle remoto ao veículo. Outras comodidades são a tecnologia “Hands-free access”, que permite a abertura e fechamento da tampa do porta-malas, por meio do movimento de um dos pés a uma distância de 30 cm abaixo do parachoque, e o recarregamento de celular por indução (sem cabo).

Ambas as versões do novo SUV também contam com faróis totalmente de LED e com o assistente ativo de estacionamento, que pode oferecer ajuda em diversas tarefas durante a começando pelas setas e ao virar o volante. Associado à transmissão automática, ele pode até assumir as acelerações, frenagens e mudanças de marcha ao entrar e sair da vaga.

Mercedes-Benz GLC 220 d 2020

Ainda do ponto de auxílio à condução, o novo GLC apresenta recursos mais sofisticados em relação à versão anterior. As versões Off-Road e Enduro do novo GLC trazem a tecnologia “Blind Spot Assist” (assistente de ponto cego, em tradução livre), que alerta o condutor sobre a presença de outros veículos em regiões periféricas ao seu campo de visão; o “Active Lane Keeping Assist” (assistente de manutenção na faixa), que avisa ao motorista quando ele deixa, acidentalmente, a faixa de trânsito, a fim de evitar colisões laterais com outros veículos; e airbag extra para os joelhos do motorista.

Mercedes-Benz GLC 300 4Matic Coupé 2020

Esportivo e atlético, o Mercedes-Benz GLC 300 4Matic Coupé traz as mesmas linhas laterais marcantes vistas no SUV, que se unem ao acabamento sinuoso e muscular da traseira, adicionando a sensualidade no design desta carroceria. O visual é complementado pelo teto solar e rodas com aro de 20”.


Mercedes-Benz GLC 300 4Matic Coupé 2020

O  Mercedes-Benz GLC 300 4Matic Coupé conta com propulsor de 2.0 turbo de quatro cilindros em linha, que gera a potência de 258 cv entre 5.800 e 6.100 rpm, e torque máximo de 37,7 kgfm na faixa de 1.800 a 4.000 rpm.

A aceleração desde a imobilidade até 100 km/h pode ser feita em 6,2 segundos, com velocidade máxima de 240 km/h.

Fonte: Mercedes-Benz e Daimler I Imagens: Divulgação