Stock Car: Maurício vence Corrida do Milhão, dominada por Di Grassi

Campeão da F-E foi o mais rápido em todo final de semana, mas acabou desclassificado por desobedecer penalidade. Prova contou com novas regras e pneus

Stock Car: Maurício vence a Corrida do Milhão, dominada por Di Grassi [Divulgação]

A Stock Car deu a largada para a segunda metade da temporada 2019 neste domingo, no circuito de Interlagos, em São Paulo, com a prova mais badalada do calendário, a Corrida do Milhão. Pela segunda vez na carreira, Ricardo Mauricio garantiu o polpudo prêmio de um milhão de reais, seguido por Gabriel Casagrande e por Daniel Serra, seu companheiro de equipe e líder da temporada.

A prova com duração de 40 minutos mais uma volta só teve o resultado confirmado depois de ratificada a desclassificação do primeiro colocado, Lucas di Grassi, que havia conquistado a pole position, no sábado, e feito o melhor tempo nos treinos livres, na sexta-feira. O motivo da exclusão foi sua ultrapassagem sobre Mauricio, na briga pela liderança, excedendo os limites da pista na entrada da reta dos boxes. Di Grassi – que participa da Stock Car eventualmente nas corridas do Milhão e de Duplas -, não atendeu à determinação da direção de prova para que ele cumprisse o drive through (passagem pela área de box em velocidade reduzida), e foi excluído da classificação final.

Corrida do Milhão 2019 [Divulgação]

“O Di Grassi estava superior o fim de semana inteiro, com ótima velocidade em reta. Quando ele me passou, colocou as quatro rodas fora da pista. Com isso, a vitória passou a ser minha. Tivemos uma sexta bem difícil, com muitos problemas, e é inacreditável o carro que a equipe conseguiu me entregar. Estou muito feliz”, comentou o vencedor. “Não é sorte, é trabalho”, completou o chefe de equipe de Ricardinho, Rosinei Campos, o “Meinha” .

Entre os outros “milionários” – vencedores de edições anteriores da prova -, Ricardo Zonta foi décimo, Valdeno Brito foi 13º e Rubens Barrichello abandonou no início, saindo do carro sem esconder as lágrimas. “Cheguei muito rápido no grupo da frente. Estava bem otimista mesmo, mas logo o carro começou a falhar. Tentei ficar mais duas voltas e só desisti quando não deu mais mesmo”, lamentou.

Corrida do Milhão 2019 [Fábio Ometto I UMotor]

A etapa em Interlagos também introduziu mudanças no regulamento desportivo da Stock. O treino classificatório que define a ordem de largada para a corrida passa a ser disputado em quatro estágios. Depois de passarem pelos dois primeiros – os chamados Qualyfing 1 e 2 – seis pilotos avançam para o Q3. Nele, durante dez minutos, cada piloto tem direito a três voltas lançadas, das quais é computada a média de cada um; os três mais rápidos vão para a disputa da super pole, com direito a uma volta lançada, para definir quem largará à frente.

Definido o grid, os carros vão para o regime de parque fechado e não podem ser modificados pelas equipes, o que significa dizer que largam com pneus desgastados e tanque de combustível incompleto. Durante a prova, todos os pilotos são obrigados a fazer pelo menos uma parada nos boxes.

Pirelli P Zero DM [Divulgação]

Além disso, a Pirelli, fornecedora exclusiva de pneus para a categoria, disponibilizou nova a especificação P Zero DM, que tem composto mais macio e está sendo desenvolvida em parceria com a Vicar, organizadora da categoria, para o carro da temporada de 2020.

Cada piloto recebeu 22 pneus, junto com as mantas térmicas para pré-aquecimento, para serem usados durante todo o final de semana. Segundo a Pirelli, esses pneus serão produzidos na planta que abastece a Fórmula 1, em Slatina, na Romênia. Eles foram utilizados, também como parte do desenvolvimento, na primeira etapa do ano, disputada no circuito do Velopark, em Nova Santa Rita, RS, mas a chuva não permitiu que os pilotos extraíssem o desempenho máximo dos novos pneus. A expectativa é de que o composto mais macio e aderente deixe os carros ainda mais rápidos.

Corrida do Milhão 2019 [Divulgação]

Visivelmente contrariado após a bandeirada, Di Grassi explicou: “Eu nunca vi isso na minha vida, ser punido direto com um drive thru, por isso não cumpri a decisão.” Posteriormente, em sua página na internet, o piloto deu a sua versão para o fato: “O procedimento correto é fácil: a direção de prova deveria informar a equipe que eu precisaria devolver a posição para o Ricardinho Maurício. Eu faria essa troca na hora. Esse é um procedimento comum em qualquer categoria do automobilismo mundial, e todos o conhecem bem.”

A infração está prevista no Artigo nº 4, do Capítulo 4 do Código Esportivo Internacional da Federação Internacional do Automóvel (FIA) – que vale para a Stock Car, a Fórmula E e a própria Fórmula 1, entre todas as categorias filiadas à Entidade, ao redor do mundo. Pelo regulamento, o piloto deverá ser punido se o seu carro cruzar com as quatro rodas sobre a linha branca que separa a entrada dos boxes e não se dirigir para o box.

Notificação da FIA I G.P. da Europa de 2016 [Reprodução I internet]

No Grande Prêmio de Fórmula 1 da Europa de 2016, que marcou a estreia no calendário do circuito de Baku, no Azerbaijão, Kimi Raikkonen, então na Ferrari, foi penalizado com o time penalty de cinco segundos durante a corrida – sendo obrigado a dirigir-se para o box e lá permanecer durante 5s, sem que qualquer outro membro da equipe possa tocar no carro – por ter cometido a mesma irregularidade.

A penalidade determinada para Di Grassi foi exatamente a mesma aplicada a Felipe Massa, também pela Ferrari, no Grande Prêmio do Brasil de 2013. Ocupando a quarta posição, o brasileiro cruzou totalmente a linha branca da entrada dos boxes durante uma volta normal e foi punido com o drive through. Massa cumpriu a penalidade e finalizou a prova em 7º.

Old Stock Race 2019 [Fábio Ometto I UMotor]

A programação da Corrida do Milhão incluiu as comemorações pelos 40 anos da Stock Car, com o desfile de modelos Chevrolet Opala pouco antes da largada. Após a prova, foram disputadas duas etapas da Old Stock Race, que utiliza os mesmos modelos cupê que disputaram o primeiro ano da categoria, em 1979.

Com o resultado Corrida do Milhão, Serra segue na ponta da tabela da atual temporada, com 212 pontos, sete à frente de Maurício. Camilo subiu para terceiro com 185, seguido de Julio Campos com 179 e Rubens Barrichello com 168.

Corrida do Milhão 2019 [Divulgação]

Confira o resultado oficial:

1. Ricardo Maurício (Eurofarma RC), 30 voltas em 48min30s
2 . Gabriel Casagrande (Crown Racing), a 5.755
3 . Daniel Serra (Eurofarma RC), a 8.383
4 . Thiago Camilo (Ipiranga Racing), a 8.436
5 . Bruno Baptista (RCM Motorsport), a 8.922
6 . Nelson Piquet Jr (Full Time Sports), a 10.170
7 . Gaetano di Mauro (Shell Helix Ultra), a 13.086
8 . Marcos Gomes (KTF Sports), a 13.797
9 . Ricardo Zonta (Shell V-Power), a 16.349
10 . Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing), a 26.509
11 . Diego Nunes (KTF Sports), a 27.777
12 . Felipe Fraga (Cimed Racing), a 29.942
13 . Valdeno Brito (Prati-Donaduzzi Racing), a 31.160
14 . Cacá Bueno (Cimed Racing), a 32.921
15 . Átila Abreu (Shell V-Power), a 39.177
16 . Rafael Suzuki (Hot Car Competições), a 39.413
17 . Cesar Ramos (Blau Motor Sports), a 40.142
18 . Lucas Foresti (Vogel Motorsports), a 42.493
19 . Guga Lima (Vogel Motorsports), a 47.532
20 . Denis Navarro (Cavaleiro Sports), a 48.984
21 . Marcel Coletta (Crown Racing), a 53.870
22 . Pedro Cardoso (Hot Car Competições), a 55.666
23 . Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports), a 48.414
24 . Galid Osman (Shell Helix Ultra), a 1 Voltas
25 . Max Wilson (RCM Motorsport), a 4 Voltas
26 . Bia Figueiredo (Ipiranga Racing), a 17 Voltas
27 . Rubens Barrichello (Full Time Sports), a 20 Voltas
28 . Allam Khodair (Blau Motor Sport ), a 22 Voltas
29 . Lucas Di Grassi (Eurofarma), desclassificado

Corrida do Milhão 2019 [Divulgação]

Classificação do campeonato oficial:

1. Daniel Serra, 212 pontos
2. Ricardo Mauricio, 205
3. Thiago Camilo, 185
4. Julio Campos, 180
5. Rubens Barrichello, 168
6. Felipe Fraga, 137
7. Gabriel Casagrande, 125
8. Max Wilson, 122
9. Cacá Bueno, 117
10. Marcos Gomes, 115
11. Nelsinho Piquet, 99
12. Bruno Baptista, 91
13. Galid Osman, 91
14. Ricardo Zonta, 82
15. Diego Nunes, 82
16. Gaetano Di Mauro, 75
17. Atila Abreu, 74
18. Allam Khodair, 65
19. Denis Navarro, 62
20. Valdeno Brito, 61
21. Lucas Foresti, 60
22 .Cesar Ramos, 47
23. Rafael Suzuki, 46
24. Guga Lima, 41
25. Pedro Cardoso, 34
26. Marcel Coletta, 33
27. Bia Figueiredo, 32
28. Felipe Lapenna, 27
29. Agustin Canapino, 10
30. Vitor Baptista, 7
31. Raphael Reis, 3
32. Lucas Di Grassi, 0

A próxima etapa da Stock Car acontece no dia 15 de setembro, novamente no Velopark, RS.