Aston Martin DB4 GT Zagato Continuation estreia em Le Mans

Série limitada retoma a produção artesanal de 60 anos atrás, mas volta atualizada com novas tecnologias e motor de 395 cv. Prova acontecerá este fim de semana

Aston Martin DB4 GT Zagato Continuation estreia em Le Mans [Divulgação]

A Aston Martin vai revelar durante a 87ª edição da 24 Horas de Le Mans, no próximo fim de semana, o DB4 GT Zagato Continuous. O novo modelo faz parte da coleção Aston Martin DBZ Centenary, que celebra os 100 anos de fundação da encarroçadora italiana Zagato, em 2019.

O programa Continuation da Aston Martin, que reedita em produção limitada e artesanal alguns modelos icônicos da marca britânica, teve início em 2017, com o modelo DB4 GT, produzido originalmente a partir de 1960 em parceria com a empresa sediada em Milão.

Aston Martin DB4 GT Zagato Continuous [Divulgação]

O DB4 GT Zagato era a versão de pista do modelo e serão construídas apenas 19 unidades para o Continuation. O primeiro exemplar completo ficará exposto ao longo de toda a corrida, no estande da Aston Martin erguido ao lado do circuito francês de La Sarthe.

Construído originalmente para enfrentar o poderio da Ferrari nas provas de endurance, o DB4 GT Zagato era uma máquina puro-sangue, desenvolvida para suportar o rigor das corridas e abençoada com uma rara beleza.

Aston Martin DB4 GT Zagato Continuous [Divulgação]

Para a Aston Martin, revelar o DB4 GT Zagato Continuous representa o ponto mais alto das cerca de 4.500 horas de meticuloso trabalho de artesão empregadas no projeto, e celebra a parceria com a empresa italiana, iniciada há quase 60 anos.

Assim como os outros carros do programa Continuation, o DB4 GT Zagato foi criado no quartel-general da divisão de veículos históricos da marca, a Heritage Division, localizada em Newport Pagnell – cerca 80 km ao norte de Londres, na Inglaterra.

Aston Martin DB4 GT Zagato Continuous [Divulgação]

Por dentro, o carro é revestido em couro na cor preta Obsidian Black, visto nos bancos de competição com estrutura de fibra de carbono, forros das portas, apoios de cabeça e espaço traseiro. Os carpetes na cor Black Wilton são arrematados com o mesmo tipo de couro e costura dupla.

A instrumentação e os equipamentos internos – incluindo o santantonio com especificação FIA (Federação Internacional do Automóvel) – são de série, bem como as rodas Borrani com pintura prateada e aros polidos.

Aston Martin DB4 GT Zagato Continuous [Divulgação]

O novo Aston Zagato ostenta uma versão de 4,7 litros do motor de seis cilindros em linha adotado para o DB4 GT Continuation, que produz 395 cv de potência. A força excepcional é enviada ao eixo traseiro por meio da transmissão manual de 4 marchas e diferencial com deslizamento limitado.

Desenhado com o conhecimento e a experiência da equipe da Aston Martin Works, o DB4 GT Zagato Continuation 2019 está sendo construído meticulosamente, de maneira fiel ao modelo fabricado na década de 1960.O vermelho Rosso Maja da pintura do Zagato Continuation foi equiparado às matrizes criadas pela Max Meyer & ICI, fornecedora das tintas originais.

Aston Martin DB4 GT Zagato Continuous [Divulgação]

Cada um dos 19 carros será fabricado com a mais alta qualidade possível, usando uma mistura da antiga era artesanal – de quando a Aston Martin era comandada por Sir David Brown – com a aplicação de modernos avanços da engenharia e melhorias do desempenho. Um sistema digital de análise da carroceria foi criado especialmente para o projeto Continuation, o que permite aos engenheiros da Aston Martin examinar os mínimos detalhes de construção dos carros da série.

Em sentido inverso, os painéis da carroceria dos novos carros contam com acabamento feito à mão; as peças são talhadas uma a uma, a partir de folhas de alumínio com 1,2 mm de espessura, o que representa centenas de horas de trabalho artesanal, usando as técnicas que eram comuns seis décadas atrás.

Aston Martin DB4 GT Zagato Continuous [Divulgação]

O chassi curto do DB4 GT Zagato Continuation segue a mesma receita de construção do original, que teve como base o DB4 GT; as finas chapas metálicas apenas vestem a estrutura tubular também feita de alumínio, resultando em um chassi otimizado para as pistas.

 “Celebrar nossa profunda e duradoura parceria com a Zagato, neste ano comemorativo para eles, com o lançamento da Coleção DBZ Centenary, tem sido um compromisso colossal”, afirmou Andy Palmer, CEO do grupo proprietário da Aston Martin. “E estou extremamente orgulhoso com o resultado na forma deste novo DB4 GT Zagato.”

Aston Martin DB4 GT Zagato Continuous [Divulgação]

Cada exemplar da DBZ Century Collection tem preço de 6 milhões de libras esterlinas – cerca de R$ 29,4 milhões -, sem impostos. Ainda assim, a Aston Martin está confiante de que o Zagato Continuation dará sequência ao bem-sucedido DB4 GT da coleção, que teve as 25 unidades vendidas para colecionadores em 2017. As entregas do DB4 GT Continuation aos clientes terão início em agosto, e do DB4 GT Zagato em outubro.

Para o ano que vem, a marca britânica planeja colocar no mercado o que ela considera ser, talvez, o mais ambicioso projeto da coleção: o Aston Martin DB5 Continuous, o modelo imortalizado por James Bond no clássico “007 contra Goldfinger”, de 1964.