Honda GL 1800 Gold Wing 2019 inicia o reinado pelas estradas do país

Nova versão da rainha das grã-turismo chega ao mercado brasileiro com dois níveis de equipamentos, maior potência, peso reduzido e preços de carros de luxo

Honda GL 1800 Gold Wing 2019 já roda no Brasil [Divulgação]

Desde seu lançamento, em 1975, a Honda GL 1800 Gold Wing é o símbolo das motocicletas de grã-turismo, daquelas que têm a estrada como a razão de existir. Sempre destacada na paisagem por conta do porte imponente, elegante, e impondo respeito na base da força do motor boxer, seu poder de sedução só aumentou ao longo dessas quatro décadas de vida, rejuvenescido de tempos em tempos em suas váris gerações.

A mais recente delas, a sexta, veio ao mundo no ano passado e, segundo a Honda, oferece aos mototuristas a excelência em termos de tecnologia sobre duas rodas, mas mantendo intacta a personalidade do modelo.

Linha Honda GL 1800 Gold Wing 2019 [Divulgação]

Produzida no Japão, a versão 2019 da rainha das estradas agora chega às concessionárias Honda Dream do Brasil, em duas configurações, porém em valores tão exclusivos quanto o próprio modelo, e acima até aos de um luxuoso SUV urbano, por exemplo, com opcionais.

A opção de entrada, a, tem preço de R$ 136.550, enquanto na Tour ele salta para R$ 156.550 por conta do pacote de itens como a transmissão DCT de 7 velocidades, sistema de ajuste da suspensão traseira, para-brisa regulável e bagageiro superior (top box). Vale lembrar que a Honda GL 1800 Gold Wing Tour é a única moto do mundo a sair de fábrica equipada com airbag. Portanto, se dinheiro for um problema, a nova Gold Wing vale cada centavo investido.

Linha GL 1800 Gold Wing 2019 [Divulgação]

A sexta geração é mais compacta e leve, com 39 kg a menos na configuração Gold Wing e 18 kg na Tour, quando comparadas ao modelo anterior, lançado em 2010. O motor preserva a clássica arquitetura de 6 cilindros horizontais e contrapostos (boxer), agora com cabeçotes Unicam de quatro válvulas por cilindro.

Aperfeiçoado na gestão eletrônica, o propulsor pode ser ajustado entre quatro modos de condução: Tour (viagem), Sport, Econ (menor consumo) e Rain (chuva).  Outros aperfeiçoamentos introduzidos ao modelo são o acelerador eletrônico, controle de tração, assistente de partida em subidas e sistema start&stop, que desliga o motor em paradas breves, como no sinal vermelho, para economizar combustível.

Linha GL 1800 Gold Wing 2019 [Divulgação]

Apesar de manter, praticamente, a capacidade cúbica – que subiu de 1.832 cm³ para 1.833 cm³ -, o motor da Gold Wing teve um ganho significativo em potência, passando de 118 cv para 126 cv, e um pouquinho a mais de torque, com 17,34 kgfm (contra 17,0 kgfm). Uma das razões para que a nova Gold Wing esteja mais leve é próprio motor, que perdeu 3,8 kg e ficou 29 mm mais curto que o antecessor.

Acoplado ele vem a mais recente geração do câmbio de dupla embreagem DCT (Dual Clutch Transmission), com 6 marchas para a Gold Wing e 7 para a Tour. O piloto tem a opção de utilizá-lo no modo automático ou selecionar as marchas por meio de comandos situados no lado esquerdo do guidão. Fora isso, traz a inédita função Walking Mode, que movimenta a moto em velocidade limitada a 1,8 km/h, para frente, e 1,2 km/h, em marcha à ré, para auxiliar nas manobras de estacionamento. Na configuração Gold Wing, o câmbio é de seis marchas. A transmissão final mantém o sistema de eixo cardã.

Em relação à ciclística, a Honda GL 1800 Gold Wing 2019 estreia o quadro de alumínio com dupla trave, fundido sob pressão, que é 2 kg mais leve que o anterior. Com ele, a posição de pilotagem e do motor foram deslocadas para mais para frente, resultando em um desempenho mais estável e fluido, tanto na cidade quanto na estrada, segundo a fabricante.

A nova suspensão dianteira, com dois braços sobrepostos, tem a função de amortecimento separada do conjunto de direção, proporcionando maior agilidade na ação do guidão.

Linha GL 1800 Gold Wing 2019 [Divulgação]

Já a traseira, também inédita, emprega uma balança do tipo monobraço  Pro-Arm, conectada ao sistema Pro-Link, solução que contribui para a ação mais progressiva do conjunto, assegurando maior estabilidade e conforto, bem como favorece a manutenção e o design.

Na configuração Tour, o conjunto de suspensões dispõe de regulagem eletrônica automática, que obedece ao modo selecionado no Riding Mode. Da mesma forma, é possível ajustar a pré-carga da mola do amortecedor traseiro entre quatro opções: só piloto; piloto com bagagem; piloto mais passageiro; e piloto mais passageiro e bagagens.

Linha GL 1800 Gold Wing 2019 [Divulgação]

O conjunto de freios da Gold Wing 2019 utiliza o sistema D-CBS (Dual Combined Braking System), com ABS de última geração, que distribui a potência de frenagem nas duas rodas, também de acordo com o ajuste do Riding Mode.

O freio dianteiro tem pinças de seis pistões, que atuam em dois discos de 320 mm; na traseira, o cáliper possui três pistões, com disco simples de 316 mm. Os pneus têm medidas de 130/70 R18, na frente, e de 200/55 R16, atrás.

Linha GL 1800 Gold Wing 2019 [Divulgação]

Apesar do visual mais moderno, a sexta geração da Gold Wing mantém as dimensões superlativas de 2.475 x 925 x 1.340 mm (C/L/A), com 1.695 mm de distância entre-eixos e 130 mm de altura livre do solo. A capacidade do tanque é de 21,1 litros, e o peso total é de 365 kg, em ordem de marcha.

O design contemporâneo abriu mão das linhas imponentes da versão anterior para dar lugar à eficiência aerodinâmica e maior esportividade, mas sem perder a elegância.

Linha GL 1800 Gold Wing 2019 [Divulgação]

A nova versão da Gold Wing também se caracteriza pelo volume do painel e carenagem frontal mais próximo ao eixo dianteiro, bem como pela distância menor entre o assento do piloto e o para-brisa, que é ajustável em altura e inclinação na Tour.

Os bancos continuam individuais para ambos os ocupantes, sendo que o do condutor tem altura de 745 mm em relação ao solo, o que garante facilidade para montar e desmontar da moto, bem como para apoiar os pés no chão durante as paradas e manobras. Na configuração Tour, os bagageiros laterais e superior (top box) totalizam 110 litros de capacidade.

Linha GL 1800 Gold Wing 2019 [Divulgação]

O cockpit traz um novo o painel, com tela TFT colorida de 7 polegadas, que dá acesso a informações sobre a motocicleta e aos comandos do sistema de áudio, de navegação, do controle de tração HSTC (Honda Selectable Torque Control), e ajustes da suspensão e do piloto automático (Cruise Control).

A central multimídia é compatível apenas com o Apple CarPlay, com conexão por meio de porta USB e Bluetooth. Fora isso, a lista de equipamentos inclui como principais itens os faróis totalmente de LED, luzes de direção (piscas) com desligamento automático e chave inteligente (Smart Key) com comando para abertura dos bagageiros.

A Honda Gold Wing está disponível nas cores cinza fosco para a versão GL 1800 Gold Wing e vermelha para a versão GL 1800 Gold Wing Tour. As duas configurações contam com garantia de 3 anos, sem limite de quilometragem, e com a cobertura do Honda Assistence em cinco países da América do Sul.