Embraer inicia vendas dos jatos Phenom 300E e Praetor 600 no país

Apresentadas em novembro, novas aeronaves executivas são consideradas as mais tecnologicamente avançadas dos segmentos de médio e supermédio portes

Embraer inicia vendas do Phenom 300E e Praetor 600 no país [Divulgação]

A Embraer anunciou hoje as primeiras vendas para clientes do Brasil de jatos executivos Phenom 300E e Praetor 600, que estão entre as aeronaves mais avançadas da indústria. O primeiro Phenom 300E de matrícula brasileira foi entregue há poucos dias, enquanto o cliente de lançamento do Praetor 600 no País receberá a aeronave no último trimestre de 2019.

Os novos jatos foram apresentados em novembro passado, durante a feira de aviação de Orlando, nos Estados Unidos. Segundo a empresa, o incrível desempenho, flexibilidade de operação e alta conectividade de bordo fazem dos novos Phenom 300E e Praetor 600 aeronaves ideais para as necessidades de transporte das empresas, corporações e também provedores de serviços de aviação executiva.

Embraer Phenom 300E [Divulgação]
O Phenom 300E possui a designação “E” anexa à marca, que significa “Enhanced”, representando os novos interior e sistemas de entretenimento e de gerenciamento da cabine de passageiros nice® HD CMS/IFE, da Lufthansa Technik. O jato é uma nova versão do líder de segmento Phenom 300, que em 2017 foi confirmado como o jato leve mais entregue pelo sexto ano consecutivo. As primeiras entregas da nova aeronave ocorreram em março de 2018.

Embraer Praetor 600 [Divulgação]
O Praetor 600 foi apresentado ao mercado no fim do ano passado, ao lado do Praetor 500, e traz uma autonomia de voo inédita em sua classe, permitindo voos sem escala entre São Paulo e Cidade do Cabo, Fortaleza a Madri, Londres a Nova Iorque, ou voar de Angra dos Reis para Miami, com uma parada.

A aeronave tem capacidade para até 12 passageiros e alcance intercontinental de até 3.900 milhas náuticas (7.223 km). A expectativa é de que o Praetor 600 receba certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) no segundo trimestre de 2019.