Indian Motorcycle anuncia suspensão das operações no Brasil

Crise econômica e falta de rentabilidade da operação no País justificam a decisão. Concessionárias da Polaris e credenciadas continuarão o suporte a proprietários

Indian Chief Vintage [Divulgação l Indian]

A Polaris anunciou nesta segunda-feira a suspensão da importação e comercialização das motocicletas Indian Motorcycle para o mercado brasileiro. Segundo a empresa, importantes fatores influenciaram a decisão, principalmente a falta de rentabilidade do negócio no País decorrente do recrudescimento da economia brasileira, e a consequente redução das vendas nos últimos anos, agravando, assim, os desafios de continuidade da importação e revenda de motocicletas premium de alta cilindrada. Nos outros países onde a Indian Motorcycle está presente as operações continuam normalmente.

Indian Motorcycle anuncia fim das operações no Brasil [Divulgação l Indian Motorcycle]
Também conforme o comunicado, o processo de transição será de até 120 dias com as concessionárias da marca. A Polaris confirma o seu compromisso com os consumidores e dará continuidade aos serviços de pós-venda das motocicletas Indian, incluindo a comercialização de peças de reposição, atendimento à garantia e manutenção em geral, através de concessionárias Polaris selecionadas e de novas oficinas de motos premium credenciadas.

A empresa afirma que, com essa decisão, a Polaris Brasil passa a concentrar seus esforços no negócio de veículos off-road: quadriciclos e UTVs. “Enquanto não identificamos um modelo de viabilidade para a Indian Motorcycle Brasil devido as atuais condições de mercado, o nosso foco será maximizar os recursos no crescimento da marca Polaris e fortalecimento da rede de concessionárias off-road”, completa Paulo Brancaglion, Country Manager da Polaris Brasil e ex-Gerente de Marketing e Produto da Indian Motorcycle no país.

Para mais informações, os clientes da marca podem contatar o canal de atendimento através do telefone (11) 3336-5482 ou pelo e-mail [email protected].

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário